Lilo & Stitch

Vi Lilo & Stitch finalmente. Queria saber o que, afinal, tinham tanto visto no desenho. Claro que fui com o espírito desarmado, sem sofrer nenhuma influência externa, e assim posso dar minha opinião isenta.

Cotação: Muito ti cuti.

Chorei várias vezes durante o desenho, mas coisa séria, de entupir o nariz. Quando é coisa pouca só rola água; quando é séria o nariz se fecha.

Com isso o Emerso já decidiu que a Bruna e eu não podemos assistir filmes no mesmo recinto. Não tem problema, basta providenciar um escoadouro ou umas bóinhas e ninguém se afoga no mar de lágrimas.
;o)

A Família Tomate

Era uma vez uma folha de rúcula que se apaixonou por um lindo e vermelho tomatinho-cereja.

O papai do tomatinho-cereja, o Senhor Tomatão, era contra o namoro dos dois; ele dizia que a folha de rúcula era verde e que seus netos nasceriam com cara de pizza.

A Senhora Tomate e a família da folha de rúcula, porém, faziam muito gosto no romance. Alguns amigos tentavam convencer o Senhor Tomatão a mudar de idéia, perceber que um preconceito tão feio [estamos no século XXI!, diziam] não era digno de fazer parte de sua personalidade, Senhor Tomatão, um homem tão justo.

Continuar lendo

Coração aquecido

- Eu sou apenas o fragmento de um espelho do qual não conheço a forma nem a finalidade. Mesmo assim, com o que tenho, posso refletir a luz nos lugares escuros deste mundo, sobretudo nos corações dos seres humanos, e posso mudar algumas coisas em algumas pessoas. Talvez outras pessoas me vejam fazendo isso e façam o mesmo. É para isso que eu vivo. É este o significado da minha vida.

Extraído do livro “Histórias para Aquecer o Coração dos Adolescentes“, de Jack Canfield & Mark Victor Hansen & Kimberly Kirberger. Texto completinho lá no Circulando.

Desculpe-me por roubar assim na cara dura, Cláudio.
:o}