Bigodes ao léu

Gatos: Bigodes ao léu, coletânea de tiras publicadas no caderno Ilustrada do jornal Folha de São Paulo, de autoria do Laerte, que trabalha desde 1973, com o objetivo de comprar ração e areia [frase da contracapa do livro].

Primeiro que Laerte é meu Pastor e nada me faltará; segundo que ganhei de doizamô ;o) , terceiro, quarto, quinto… que o Gato e a Gata arrasam.

Batman: Pretérito Futuro

Batman: Pretérito Futuro, vol. 1 e 2. Outra revisão de Joe Casey, desta vez para a DC e com desenhos de Cully Hammer. A história começa com a demissão de um funcionário das empresas Wayne: o miliardário Bruce Wayne retorna do exterior, onde estava “se especializando”, para assumir o controle das empresas que herdou após o assassinato de seus pais.

Acontece que uma das primeiras decisões do novo patrão é enxugar o número de funcionários. Ted é demitido porque há algumas semanas teve um incidente com uma freguesa: ele tem a capacidade de enxergar o futuro e se recusou a vender Continue lendo

O culpado é o mordomo

Quem gosta de histórias de detetives deve ter assistido ontem o episódio piloto do seriado C.S.I. exibido pela Record às 22h e pouquinho.

C.S.I. é a sigla de crime scene investigation [investigação da cena do crime] e é isso que os protagonistas da série fazem: eles são os Badan Palhares da polícia de LasVegas. A partir de provas materiais, tecnologia e um pouco de raciocínio lógico chegam ao criminoso ou, pelo menos, excluem uma possibilidade – um dos casos resolvidos ontem foi a de um provável suicídio, que depois foi confirmado como homicídio.

Continue lendo