Vale uma lida

Fapesp: “É melhor tentar entender o gosto dos leitores em vez de avaliar se o gosto alheio está certo ou errado. Mas a atitude de Bloom não é nova: a crítica literária quase nunca aprova obras de grande circulação. É um policiamento: se todos gostam, não é bom. Basta lembrar no Brasil os casos de Jorge Amado e Erico Verissimo, de público fiel e maltratados pela crítica”.

Logo no início da matéria, mencionam um artigo publicado na Nature utilizado para elaborar uma questão sobre biogenética no vestibular da UFRGS [v. prova em PDF aqui ou comentada aqui]. Só é pena que a Nature seja restrita para assinantes e eu não tenha acesso… Bem que queria ler tanto o artigo sobre alelos bruxos quanto a réplica da edição seguinte. Enquanto isso não acontece, leio o da Fapesp [mais voltado para a psicanálise] e o do Terra [sobre capas da invisibilidade].

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s