Vale uma lida

Cox News: “A religião é uma das forças mais potentes em questões humanas. Inspirou alguns dos momentos mais sublimes da história, mas também alguns de seus mais bárbaros.

A Inquisição, explosões de clínicas de aborto, ataques suicidas no Iraque – tudo isso tem raízes em alguma forma de ideologia religiosa.

Com isso em mente, fizemos a mesma pergunta a cinco pensadores religiosos de diferentes crenças: qual é a idéia mais perigosa na religião hoje?”

Aprendiz 4

Teste na final, ontem. Titio Justus pergunta qual livro levariam a uma ilha deserta. Ha. Pelo menos nessa eu me sairia melhor do que os dois finalistas.

Agora, cá entre nós, é sério mesmo que ele fez aquelas perguntas? É sério mesmo que RH’s fazem aquelas perguntas em entrevista de emprego? É uma demonstração explícita do quanto subestimam as pessoas. Eles tão pedindo pra ser enganados.

Tá explicado

Bruxinho já é ruim o bastante, mas maguinho é demais.

No episódio de CSI:Miami que a Record exibiu anteontem, a policial interpretada por Wanda de Jesus avisa uma vereadora que a equipe de investigação fará uma visitinha, no que ela justificou como uma retribuição inofensiva pelas informações que a vereadora fornecia quando solicitada.

Pra mim é crime.

No meio de uma blitz da Polícia Rodoviária ontem, em cidade vizinha de Pedra Lascada, policial libera um carro e faz sinal para outro parar, prancheta na mão. Cidadão pára, pensando que o carro e os documentos serão inspecionados, e policial pergunta, na maior cara dura: “você está indo pra Pedra Lascada, pode me dar uma carona?”.

Pra mim é crime.

Aí vem uma pesquisa apontando que o brasileiro tem vergonha da corrupção e da violência – desde que o criminoso preso não seja o seu filhinho tão bem educado, coitadinho, que apenas espancou uma mulher porque achou que fosse uma prostituta, ou esses políticos que só levam um por fora e não me dão uma parte pra ficar quieto na sua.

Até a Nina Horta tá zangada.

Gânesh, acho que vou cortar o café. Ou dobrar a valeriana. Ou ambos.

Tangram

Graficos de tangramTem uma propaganda do Banco Real que usa uma animação com figuras geométricas para formar imagens de casa, pessoas, etc. Eu tava tentando lembrar o nome desse joguinho há semanas, sem sucesso porque o meu tá tão bem quardado que não sei onde tá guardado. Mas tá guardado e não perdido, para registro.

Ontem deu um estalo: é Tangram ou As Sete Tábuas da Sabedoria, um quebra-cabeça de origem chinesa, pequeno gafanhoto. Diz a lenda que um servo do imperador quebrou um espelho quadrado [ou uma peça de cerâmica rara e cara, depende da versão da história] em sete pedaços [os tans. o gram veio da mesma fonte de anagrama, desenhado ou Continuar lendo

-23

Talvez influenciada por Pablo Conejo, sou uma pessoa impressionável pelas coincidências. Eis que hoje li em três bloques [inclusive no da autora de uma das minhas fics preferidas] a preocupação com os spoilers do final de Harry Potter, quando Deathly Hallows sair. O Fire and Ice Archive vai até fechar a submissão de fics, atualizações e reviews por duas semanas logo após o lançamento.

De minha parte podem ficar tranqüilos: todos os spoilers irão pra Cozinha. Vou plagiar o FIA e deixar uns quinze dias* de janela entre eu terminar de ler e comentar alguma coisa.
;o)

* E como a previsão é que a edição da Scholastic terá 784 páginas, deve demorar outro tanto preu terminar de ler.

Criando crianças

JB Online: “Mãe de um menino de apenas três anos, a empregada contou que ele acordou no exato momento em que ela estava apanhando do grupo e perguntou ao pai, muito aflito, por onde Sirlei andava.

- Foi algo incrível mesmo. Meu filho acordou chorando, perguntando tudo. Quando cheguei em casa, não tive como esconder, contei tudo. Ele pegou um pregador de roupas e disse que bateria nos “moços maus” que me bateram e que apertaria os narizes deles com o pregador.

A resposta da mãe, marcada pela covardia, foi surpreendente:

- Disse a ele que não se pode agredir as pessoas assim. Expliquei pra ele que isso não resolve. E ainda digo mais. Se fosse o meu filho que tivesse feito isso tudo, seria a primeira a levá-lo para a delegacia e entregá-lo. Ele teria que pagar pelo erro que fez. Diferente do que disseram por aí, se é homem para bater, então é homem para pagar pelo que fez — desabafa. “

Aí eu se-lhe-me pergunto: quem é que deu a melhor educação, o empresário que justificou o filho dizendo que é “uma criança” e que “existem crimes piores” ou a empregada doméstica?

Titia Batata libera seu lado nazi e inicia a campanha Vasectomia Já.