Dingôu Bell

O legal de ter blogue há tanto tempo é poder fazer tradição de algumas coisas. Anunciar o site novo do NORAD, por exemplo. O site NORAD Santa, que rastreia Papai Noel na noite de 24 de dezembro, tem novidades em 2007: uma animação no YouTube e o rastreamento em 3D via Google Earth [ou, como diz miguxinho, no gúgou ãrfe].

Este ano vou copiar a apresentação de 2006:

O NORAD [North American Air Defense Command] é uma organização formada por militares canadenses e norte-americanos destinada a monitorar o espaço aéreo e marítimo dos dois países. Em 1955, uma loja abriu uma linha de telefone tipo 0800 para as crianças poderem falar *diretamente* com Papai Noel. Por um erro na impressão da publicidade, o número divulgado foi o da linha direta do comandante do NORAD, Coronel Harry Shoup. Tio Harry respondeu que ele não era um duende e não morava no Pólo Norte, mas, hey, ele tinha à disposição radares de milhões de dólares capazes de enxergar uma fuinha nos céus do Alasca, se fuinhas voassem. Não custava nada dar uma espiada se, sei lá, de repente, houvesse mais dos que aviões e OVNIS ali por aqueles lados. Desde 1955, então, o NORAD incorporou o rastreamento de Papai Noel em suas atividades de rotina na véspera de Natal.

Oniguiri

Muita gente explica o oniguiri como um bolinho de arroz – mas isso também se aplica ao mochi. A diferença entre os dois é que o mochi é feito com o arroz glutinoso passado no pilão e é consumido geralmente com doce [embora seja ingrediente principal da sopa assassina tradicional de ano-novo], e o oniguiri é feito com os grãos inteiros compactados ["unidos venceremos"], de outro tipo de arroz, e geralmente consumido salgado. E em excesso, pelo menos de minha parte. Por ser compactado, cada oniguiri já leva uma quantidade razoável de arroz; como eu gosto muito, acabo comendo bastante.

Continue lendo