Os 50 maiores vilões da literatura

She's EBIL!

Mrs Coulter is EBIL!

Os articulistas do jornal inglês The Telegraph se depararam com um problema inesperado quando se propuseram a listar os 50 maiores vilões da literatura: como optaram por recorrer o mínimo possível aos quadrinhos e obras infanto-juvenis, perceberam que a literatura adulta não contém tantos vilões assim – melhor dizendo, não exibe uma linha clara que define mocinhos e vilões. Em Moby Dick quem é o vilão, a baleia branca ou o capitão Ahab? E no Paraíso Perdido de Milton, Deus ou Satã?

Eu tive esta dúvida num dos livros de uma série que está na lista, dizem que é uma parábola cristã  mas os personagens “do bem” cometiam tantos atos de preconceito e intolerância, justificados pelo conceito religioso lá deles, que fechei o livro e nunca mais peguei pra terminar de ler. E nem vou assistir ao resto dos filmes.

De qualquer forma, taqui a lista deles com anotações do que eu li ou vi o filme [de Lovecraft li uma porrada de uma vez só, mas isso foi há uns 20 anos, nem lembro mais... Clarissa e Paraíso Perdido vou emprestar de hermã]. No site do jornal tem o comentário dos articulistas.
Continue lendo