Rugby

Na vitória sobre o Wallabies na Bledisloe Cup 2008

All Blacks na vitória sobre o Wallabies na Bledisloe Cup 2008

O rugby é um dos esportes que gostaria de assistir mais, se não fosse o horário cruel da maioria dos jogos. Como acompanho pouco, ainda não me familiarizei com todas as regras [uma coisa é ler sobre o tema, outra é ver na prática, né?].

Meu time favorito é a seleção da Nova Zelândia, mais conhecida como All Blacks: primeiro porque eles são überfashion com aquele uniforme todo preto; segundo porque intimidam seus adversários com o haka e terceiro porque os caras são bons demais no que fazem.

Ela tem que reavaliar suas prioridades.
[Ron Weasley para Harry Potter em A Pedra Filosofal]

Na premiação da IRB Award 2008 [International Rugby Board] o time levou dois dos prêmios principais, o de Time do Ano e o de Técnico do Ano para Graham Henry. Eles vão hospedar a próxima Copa do Mundo em 2011, o que significa que os  horários continuarão impossíveis, nhé. Enquanto isso tento ver os jogos da Heineken Cup que passam por aqui. :)

Post legal
Haka – A lenda dos all Blacks – blog Papo de Homem

Ação social legal
Rugby Para Todos

Blah

Signore Bauducco e filho

Signore Bauducco e filho

Tanto sono que quase capotei da cadeira duas vezes, já.

O motivo:  fico a ler fics madrugada adentro.

Atualmente tou numa fase Blaise/Ginny, se você souber de alguma legal me indique, plis?

Três comerciais que gosto de ver: a do Sr. Bauducco [cas marcas de mão na roupa], a do GNT que mostra um olhar alternativo sobre o dia-a-dia feminino [2 horas no trânsito = 2 horas ouvindo música, passa o dia trabalhando = fazendo o que gosta, à noite cuida do filho = brinca à noite] e a dos bonequinhos da Vivo tocando air guitar.

Muito lenta, muito lenta… só agora me dei conta que o Balthazar Getty que fez o Ralph n’O senhor das moscas é o tal cara casado que pula a cerca ca Sienna Miller. E levou outras dezenas de meses pra perceber que ele tá no elenco de Brothers & Sisters – tipo, descobri hoje.

Dormir. Preciso.

Os melhores, os piores

O jornal inglês The Guardian listou as 10 campanhas publicitárias que fizeram mais sucesso durante o ano lá na banda de lá [o que incluiu aquele comercial megafofo da Nike com o Troy Polamalu e o LaDanian Tomlinson, do post de ontem].

Do outro lado do ringue, a revista Campaign - também na Inglaterra – lista as 10 piores propagandas exibidas na tv em 2008. No primeiro lugar tá o comercial da Gillette Fusion Power, que no Brasil também passa só que numa versão com um atleta a mais e para um produto diferente, o Mach 3 Turbo.

V. versão brasileira, com o Kaká.

Esse aí não achei tão horrível – nem bom, tampouco. Achei inócuo e esquecível, apenas. Heh.

2 concursos

O blog A Vida Sem Manual, da Patrícia Daltro, está com nova promoção de kit de bicho de pano:

1) Entrar no meu Flick e escolher um objeto de desejo;
2) Na sexta-feira, postar (no seu blog) uma carta para o Papai Noel pedindo esse objeto;
3) Vou fazer um post na própria sexta, listando todos os blogs participantes (que escreveram os posts);
4) Os leitores do seu blog devem vir até o A Vida sem Manual e escrever nos comentários: li o post de __________ e acho que ela/e  deve ganhar esse presente de Papai Noel.
5)  O prazo se encerra a meia-noite do dia 23/12;
6) Ganha quem tiver mais votos.
7) O prêmio é o objeto de desejo do vencedor, mais dois outros (que estejam no flick) a sua escolha.

Deixe seu comentário lá no post do concurso até amanhã, dia 18, para começar a participar.

No dia 19 termina o prazo para indicar cinco dos seus blogs favoritos para o Best Blogs Brazil [na página de regras está dia 17, mas foi prorrogado até sexta]. Já indiquei os meus preferidos, mas 5 é muito pouco…

[S] Objeto de desejo

Ennio Morricone Remixes Vol. 1 e Vol. 2.

Baixando.

V. Ecstasy of gold no comercial da Nike, versão completa. Esse comercial ficou em 9º lugar na lista dos 10 virais mais legais do ano, segundo o The Guardian. Em 5º ficou outro da Nike que passou até na TV brasileira, do jogador de futebol que vai pra um time grande e cai na esbórnia [dirigido pelo Guy Ritchie, veja só], e em 1º uma versão do clássico Wassup para o Obama.