5 livros que não consigo terminar

Na semana passada aconteceu uma coisa legal aqui no PdUBT: o campeão de “termos de motor de busca” foi livros. A palavra livros, aquilo que o gugonauta digita na caixa de busca.

No fim de semana ele caiu de posíção, ontem ficou em 4º e hoje já subiu para o 3º lugar. Então, pra combinar livros + números cá está a minha lista de Top 5 Livros Que Comecei A Ler Mas Não Terminei, Por Motivos Variados E Sem Ordem Específica:

1. As Crônicas de Nárnia, de C. S. Lewis – desde 2004
2. A Rainha de Copas, de Matt Ridley – desde 2005, 2006, por ali
3. Jonathan Strange e Mr. Norrell, de Susanna Clarke – desde 2001
4. Uma Arte, de Elizabeth Bishop – desde 1999
5. Longo Caminho Para A Liberdade, de Nelson Mandela – desde 1999

Isso acontece contigo também? Com qual livro?

About these ads

22 comentários sobre “5 livros que não consigo terminar

  1. “O clube do bague bangue” , de Greg Marinovich e João Silva, sobre quatro fotojornalistas na guerra civil na África do Sul do apartheid, e “Os carrascos voluntários de Hitler”, de Daniel Jonah Goldhagen. Não tive estômago de terminar nenhum dos dois.

    E “A Montanha Mágica”, de Thomas Mann – me dá um soooooono…

  2. Não me lembro de 5, mas de 3 com certeza: Germinal, Émile Zola; O retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde; Madame Bovary, Gustave Flaubert. Não consegui terminar nenhum dos 3, e não consigo explicar porquê.

  3. Suzana, eu nem comecei, fico cansada só de pensar!
    Adriana,
    O Retrato é chatinho mesmo, eu li com a minha filha para a aula de inglês, mas Mme Bovary vale uma insistência!

    Minha lista de livros em espera, e abandonados de vez nem é muito grande,
    Eu não consegui ler “As guangues de Nova Iorque”, Nem o sorriso do LAgarto, do Ubaldo, A Obra em Negro, da MArguerite Yourcenar, O Jogo da contas de vidro do Hesse, e Cidade De Deus, eu tentei, juro!

  4. Ihh, um monte… E o pior é que eu sei que são ótimos livros. Mas acho que estou mesmo é sem paciência… :S

    . O amor nos tempos do cólera – Garcia Marquez
    . Lolita – Vladimir Nabokov
    . O retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde

    Começo a lê-los mil vezes, mas sempre paro… :( Alguém tem o antídoto pra isso??

  5. Sim, muitcho. Mas não porque não goste do tal livro. Simplesmente porque tenho um livro pra cada situação. Dois pra cabeceira(depois da meia noite) e eu o escolho segundo o meu astral; um sobre a escrivaninha, outro pra ler no transporte público qdo o percurso é um pouco distante e por aí vai. Nessa, estou sempre atolada e levo séculos para terminar todos. Se na lista valem os não-ficção, então “ainda” continuo com:

    “Gente de Dublim” de J. Joyce
    “Viver na Idade Média”, de Hanz Werner Goetz
    “Biografia de Cícero”, de David. L. Stockton

    * Bata, de edição brasileira, o último que lí e quero te recomendar é “O Sol se põe em São Paulo”, de Bernardo Carvalho, o mesmo da Ilustrada, da Folha, caso não tenha lido. PS: aquí no norte vai tudo ok, sem nenhum arranhão, brigada.

  6. Acontece sim, agora, como você disse, vá explicar! Por incrível que pareça, não terminei “Anjos e Demônios”, do Dan Brown, e logo após ter lido o “Código” inteiro. O Retrato de Dorian Gray, citado abaixo eu li inteiro, faz tempo, mas foi bem difícil mesmo. Agora, com minha descoberta (tardia) dos áudio livros, posso dar uma chance aos títulos que não terminei, dependendo da monotonia ou não do narrador. Terminei em 3 dias de ouvir o “Vale Tudo”, do Nelson Motta, narrado por ele mesmo.

  7. Vixe, apaguei o texto inteiro antes de terminar de digitar o.O
    Vamos lá de novo…

    Não foram muitos, mas não lembro muito bem mesmo assim.
    O primeiro foi O PERFUME. Comecei quando tinha uns 13 anos e não terminei até hoje. E nisso já se foram mais de 17 anos, hehehe.

    As Crônicas de Nárnia. Li duas histórias completas e duas ficaram pela metade. Uma delas é a primeira história de todas, que se passa láááá atrás com outros personagens. A outra história é a próxima que vai para o cinema, não lembro o nome dela. Estão empacadas.

    Alice no País das Maravilhas. Comecei a ler em 2006, mas parei porque me mudei e o livro era da minha colega de apto. Nunca tive coragem de pegar outra versão, pois aquela era linda. Toda comentada, ilustrada, capa dura, reflexões sobre o autor etc. Meu sonho é terminar, mas sei lá…

    O Melhor de Marion Zimmer Bradley. Comprei no meu aniversário em 2006. São vários contos e eu empaquei no último o.O

    O Sillmarillion. 2006. Peguei na biblioteca e desde que vim para Florianópolis nunca mais fui na biblioteca (a daqui é muito ruim).

    A continuação de DUNA, do Frank Herbert. Não sei se empaquei no segundo ou no terceiro livro. Foi em 2006 também.

    Negras Raíses (Alex Haley). Nem sei se considero, pois só li o comecinho há uns 13 anos e nunca mais toquei.

    Ramsés, vol. I – comecei a ler ano passado e empaquei. Não continuei até agora.

    Tem mais algum, mas não lembro.

    É, foram bastantes, mas o interessante é que entre o primeiro (O Perfume) e o segundo, fiquei uns 13 anos sem ter interrompido livro algum. Agora é até comum. Acho que tenho lido muita coisa ao mesmo tempo e acabo deixando alguns em stand-by.

  8. Li Nárnia pouco tempo atrás – aliás, perdi alguns seguidores no Twitter depois de comentar que gostei do final algo “humor negro”.

    Mas claro que também tenho os livros que não consegui ler de capa a capa.

    Retrato do Artista quando Jovem, James Joyce
    Contos Inacabados, JRR Tolkien (se o cara não terminou de escrever, eu vou terminar de ler? :D)
    A Velha Senhora, Georges Simenon

    Só lembro desses agora, mas com certeza há outros.

  9. Estes do post eu nem comecei…

    Tenho um livro que eu simplesmente adoro e não consigo terminar pois sempre acontece alguma coisa quando estou lendo que me obriga a pará-lo: Dom Quixote de La Mancha de Cervantes. EU sempre chego no final do volume 1, quando entro na metade do volume 2 eu paro… já tem 15 anos que eu tento lê-lo. Mas jamais desistirei…

    Um que eu não consegui mesmo e já desisti foi “A Morte de Arthur” de Sir Thomas Mallory que é o primeiro livro da história que conta a lenda do Rei Arthur e dos seus Cavaleiros da Távola Redonda. (um verdadeiro SACO)

    Outro, o terceiro : Biografia consentida de Fidel Castro de Claudia Furiati, comecei e me desinteressei… parei… acho que não volto…

    O quarto: Shogum de James Clavell, série ótima, livro também, mas depois da metade aconteceu alguma coisa que me tirou do livro e eu nunca mais voltei, esse ainda tenho esperanças…

    Quinto e não o último…mas só pediram 5 mesmo: A Náusea do Sartre… achei demais para minha cabecinha… quem sabe quando eu crescer um pouco mais eu consigo… :-)

  10. Hum…também comecei e não terminei A Sacerdotisa de Avalon, da Marion Zimmer Bradley (estava lendo no pc e depois fiquei sem pc e agora preciso comprar o livro. Um dia eu termino!!! Mesmo pq quero completar a coleção. É o único que falta. Li desde a queda de Atlântida até o Hearthlight, que é o encerramento medíocre da saga maravilhosa).

    Também empaquei naquele livro escrito por Hitler (Mein sei-lá-o-que). Eu estava amando, mas era surripiado de alguém que tinha emprestado da biblioteca. A pessoa devolveu e eu nunca mais cheguei perto do bendito :-(
    Um dia quem sabe…

  11. O Sillmarillion. Pergunte ao pó. Versos Satânicos. A insustentável leveza do ser. E um de meditação do Osho.

    Tudo livro cabeçudo que eu daria a vida pra ler qdo tinha uns 18 anos.

    Acho que passei da idade, Lu… :/

    • Pois é, rnt. Na minha juventude eu li vários livros de estilos bem diversos, mas por algum motivo de uns 3 anos para cá eu só estou lendo coisa fútil.
      Ok, não exatamente fútil, mas livros que não seriam considerados grande literatura. Basicamente só livros de sci-fi ou de vampiros, sobrenatural e afins.
      Queria tanto me aventurar de novo em livros mais sérios, mas são tantos na minha lista de ‘futilidades’, que não consigo terminá-los para ler os menos vergonhosos.

  12. Naomi, se serve de consolo, ‘O Hobbit’ está desde 198x na minha prateleira, com um marcardozinho que trouxe de Londres, na página 22 ou 23… Tentei pular capítulo, folhear, mas não adianta rss

    Beijos

  13. Nao consigo diregir:
    Irmao Karamazov e A cada dos Mortos de Dostoievsk.

    Ja li este ano:
    Razao e Sensibilidade, Tom Jones (citado no filme becoming Jane), Atraves do Espelho, Orgulho e Preconceito.
    Ta na vez: Persuacao ou tentar novamente Irmaos Karamazov.

    Beijoss

  14. A Menina Que Roubava Livros – todo mundo diz que é lindo etc. etc. Já comecei umas quatro vezes e não consigo ler mais que umas 20 páginas.

    Do Espírito das Leis, O Vermelho e o Negro e Para Além do Bem e do Mal – pesadíssimos.

  15. eu li jonathan strange e mr norrell de raiva, titia batata. o livro não andava. eu lia, eu lia, não acontecia nada, ô coisa arrastada. mas li para provar que terminava, até que cheguei ao último capítulo, que é maravilhoso, é delirante, é envolvente. fui dormir de madrugada porque não conseguia parar de ler. mas para chegar até ele, meu deus, quanta pedra prá quebrar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s