Agatha Christie na Avon

Cai o Pano

Cai o Pano

Ontem chegaram os catálogos da campanha 19/2009 [vai 18/11, vem 28/11] e é lógico que fui dar uma espiada, né? Dona Mãe quase caiu da cadeira com o grito que eu dei quando vi livros da Agatha Christie logo nas últimas páginas [eu leio de trás pra frente, é].

Primeiro achei que não compensava porque pensei que era valor unitário, mas não, é vinte reau o box com três títulos: Assassinato no Expresso do Oriente, Cai o Pano e O Natal de Poirot, todos na edição da Nova Fronteira e com uma luva para mantê-los juntos.  Pelo preço eu desconfio que é da versão sem orelhas. Mesmo assim é um bom preço.

Eu só não escolheria justamente Cai o Pano para compor o box, tem tantos outros Poirot pra ler antes… O Assassinato de Roger Ackroyd, por exemplo, é obrigatório! Vai entender.

Dona Mãe perguntou se já tenho esses: tenho, mas na edição de banca da Record, ou seja, papel jornal [com manchas] e, pelo que reparei num dos títulos que tenho nas duas edições [Assassinato no Beco], a tradução é diferente. Vam’ver se meu argumento cola e eu ganho de Natal, hehehe.

No catálogo tem a trilogia Crepúsculo também [R$ 25,00 cada].

Continuar lendo

Go Pink or Go Home

Bobby Labonte, 2009

Bobby Labonte, 2009

No ano passado foram três, em 2009 são cinco.

No mesmo fim-de-semana em que a F1 definiu o campeão da temporada, numa disputa interna entre dois pilotos da mesma equipe que iniciou o ano com os carros pintados de branco e amarelo porque nem patrocinador tinha, a Nascar correu as 500 Milhas Lowe na Carolina do Norte. Dos 43 participantes, cinco correram com os carros e/ou macacões cor-de-rosa pelo Mês de Combate Contra o Câncer de Mama:

. Kyle Busch, carro 18 patrocinado pela M&M`S [Toyota Camry],
. Bill Elliott, carro 21 [Ford Fusion],
. Bobby Labonte, carro 96 patrocinado pela Ask.com [Ford],
. Elliott Sadler, carro 19 patrocinado pelas feraamentas Stanley [Dodge],
. Michael Waltrip, carro 55 patrocinada pela NAPA/Susan G. Komen [Toyota Camry]

Busch, Labonte e Sadler foram os três que apoiaram a causa no ano passado também. Buschinho foi ainda além e usou o pink no macacão [v. foto no Twiter de um cara da equipe].

“I’m real proud to be part of it,” Busch said. “You can see me from a long ways away. It’s pretty good-looking.” [Thatsracin.com]

Elliott Sadler

Elliott Sadler

O site Ask.com, patrocinador de Labonte, doará 1 milhão de dólares para a fundação Susan G. Komen, que já arecadou quase 1 bilhão e meio de dólares para a pesquisa para a cura do câncer de mama.

A dona da marca de chocolates M&M’s continuou com a tradição de lançar uma edição limitada de confeitos cor-de-rosa no mês de outubro, com parte da renda revertida para a mesma fundação, assim como a Cheerios [cereais] e a Stanley.

“I am proud to wear pink to show my support for NAPA and Susan G. Komen for the Cure,” said two-time Daytona 500 champion Waltrip. “My car rarely changes, but for the Charlotte race it`s going to be pink and blue. I hope the special paint scheme and this partnership will help increase awareness to find a cure for breast cancer.” [Reuters]

Cerca de 40% do público de corridas da Nascar é feminino [e eu gostaria de saber a percentagem de torcedoras do Juan Pablo Montoya, só na minha lista do Twitter sei de 4], mas este não é o motivo principal para a iniciativa: o câncer de mama afeta os homens também, tanto literalmente quanto indiretamente.

“My mom has always been by my side and my biggest fan,” said Sadler, who rolls off 38th in Saturday’s Sprint Cup race. “Last year when she walked out to the starting grid in Charlotte and took a picture with me in my pink Stanley/Susan G. Komen for the Cure fire suit in front of my pink No. 19 Dodge, she told me it was one of the most special moments of her life. That entire weekend was extremely special to me.” [Fox Sports]

Kyle Busch, 2009

Kyle Busch, 2009

Na categoria preparatória da Nascar também teve pilotos correndo em carros cor-de-rosa, todos da equipe Braun Racing [Camry]: Jason Leffler, Reed Sorenson e Brian Vickers.

Nascar drivers are people too, they have family and friends, all of which have the same vulnerabilities to this disease as any of us. The issue of breast cancer and early detection is just as personal to them as it is to us. [Bleacher Report]

outubro_rosaJá pelos lados de cá, as iniciativas começam a ganhar mais espaço com a divulgação e o trabalho especialmente de blogueiras e da Avon. A Sam Shiraishi encabeça o movimento blogueiro/twiteiro.

Em SP o governo está a distribuir material informativo em pontos relacionados com a saúde; em Marília/SP, por exemplo, quem tiver interesse deve procurar no Hospital das Clínicas e na Santa Casa. Na sexta-feira teve ação de conscientização na rodoviária, patrocinada pela Avon. A mesma ação aconteceu no Ibirapuera em SPO no domingo.

Ainda está longe de envolver um público menos direcionado por gênero mas quem sabe um dia verei um jogo de futebol masculino que embarque na campanha.

Posts legais
Uma noite rosa – Porque minhas opiniões não cabiam na telinha da TV

Em homenagem ao Outubro Rosa, a A Chapa veste de rosa novo sanduíche – Aventuras Gastronômicas

Outubro Rosa: Top 10 coisas que você precisa saber sobre o câncer de mama – From Lady Rasta

Ela tem que saber – Recém-Casada

Posts relacionados
NFL goes Pink
Pink Cadillac