Mugicha

Mugi cha

Mugi cha

Eu lóvo chá, lóvo. Mas fazer chá gelado nesse calor duzinferno na proporção em que bebo é um pé: ferver a água, colocar o chá, esperar a infusão ficar pronta, esperar esfriar, pôr na geladeira, esperar gelar… Nhai.

Tem a opção do chá em pó, é verdade,  mas tem também o [tcharãm!] mugicha! É feito de cevada torrada, vendido em lojas de produtos japoneses em caixas com saquinhos contendo a quantidade certa de grãos torrados e triturados para um litro de chá. A gente coloca um saquinho na jarra de água fria, guarda na geladeira e no tempo que leva pra água gelar o chá tá pronto.

Se encontrar a cevada torrada em grãos, a medida é de 2~3 colheres se sopa para um litro de água, dependendo do seu paladar [se prefere mais suave ou mais forte]. Dá pra usar o mugicha pra fazer kanten [gelatina de alga marinha agar-agar]; nesse caso é melhor fazer o chá mais forte.

O sabor lembra um pouco de café achocolatado com um perfume meio defumado, não tem cafeína [embora contenha glúten] então dá pra beber à noite. Pode ser servido com ou sem açúcar/adoçante e pode prepará-lo por infusão também – nesse caso a cor e o sabor ficam mais  fortes. Além de hidratar, o mugicha [pronuncia-se múgui-tchá] é bom pra aliviar o stress e [dizem] para limpar as impurezas do sangue.

Eu bebo é pra combater o calor mesmo. ;)

Imagem: Just Hungry