Going Postal

Moist von Lipwig [isso que é nome] é um trambiqueiro que vive de aplicar golpes. Um dia, ele é preso pela Sargento Angua da Guarda Municipal de Ankh-Morpork. Angua é também uma lobisomem, o que vem bem a calhar na sua profissão. O olfato apurado, sabe?

Lipwig é condenado à forca mas sobrevive. Lord Vetinari, o Patrício, oferece-lhe uma oportunidade: dirigir o serviço postal da cidade-Estado. O correio de Ankh está fechado há quatro anos, desde que o serviço de mensagem via “clacks” foi inventado.

Clacks são torres que transmitem mensagens de texto através de sinais visuais. Há uma rede de torres a transmitir a mensagem em linha, até seu destinatário. Lembra a Internet em seu início, uma espécie de BBS. O serviço pertence a Reacher Gilt [interpretado pelo Poirot David Suchet].

“Right now I’m working on golem culture for Going Postal. And they are weird :-)” – Terry Pratchett’s Online chat for Asimov’s, November 2003

Lord Vetinari, Moist von Lipwig, Reacher Gilt ao fundo)

Lord Vetinari, Moist von Lipwig, Reacher Gilt (ao fundo)

Em sua tarefa, Lipwig terá a ajuda dos carteiros que sobreviveram ao tempo, Tolliver Groat e Stanley Howler. Stan foi criado por ervilhas e tem fixação por agulhas. Criado por, e não criado com. Também terá a ajuda do golem Mr. Pump, interpretado por Marnix Van Den Broeke. Marnix participou das três adaptações que a rede SkyOne fez dos livros de Terry Pratchett até agora: nas duas primeiras [A Cor da Magia e Hogfather] ele foi o Morte.

Ele fez ainda O Sombra em Coração de Tinta, então é um ator que não se reconhece pelo rosto.

O golem é um ser cujas origens são explicadas pelo judaísmo: um rabino, tentando recriar a obra de Deus, fez uma criatura de pó [ou pedra] e deu-lhe vida.

Finalmente, depois de um bom tempo, deu-se o milagre. Exatamente como os cabalistas imaginavam que ter-se-ia dado o nascimento original, de um monte de pó que haviam empilhado no gabinete do rabino, ao embalo da voz monocórdica dele, uma figura humana começou a tomar forma. Era um Golem (algo amorfo, sem formas ainda), que não disfarçava sua aparência de ter vindo do barro. Todo ele era encorpado e de cor de terra. Dizem que o rabino, para dar um sopro de vida àquela argamassa de aspecto humano, escreveu então sobre a testa da criatura a palavra Emet (verdade). [História por Voltaire Schilling]

Adora Belle Dearheart, Moist von Lipwig e Tolliver Groat

Adora Belle Dearheart, Moist von Lipwig e Tolliver Groat

Através de Mr. Pump, Lipwig tem contato com Adora Belle Dearheart, a gerente do negócio de aluguel de golems – perdão, agência de empregos. Enquanto reergue o serviço postal, Lipwig descobre que seu passado está ligado à vida de Adora.

E nunca o ditado “as palavras têm poder” ganhou tanto significado quanto nesta adaptação. :lol:

Eu não li o livro ainda, mas senti falta de alguns elementos tipicamente discworldianos aqui. Tem a sátira, tem o humor absurdo, até aí tudo bem. Tem uma produção caprichada e feita à mão, com pouco efeito de computador. Tem cenários de encher os olhos, cheios de detalhes que fazem a alegria dos fãs. Tem atuações excelentes [além de Suchet, gostei demais da Tamsin Greig, que faz a jornalista Miss Cripslog - a atriz interpretou a Miss Bates em Emma 2009 - e do pinhead que fez o Stan]. Tem a participação especial de Pratchett [não desligue depois do The End!].

Mr. Pump: Your safety is my concern.

Terry Pratchett em Going Postal

Terry Pratchett em Going Postal

Mas, mas, mas… Falta alguma coisa. O diretor e os roteiristas desta adaptação são diferentes das duas primeiras [Vadim Jean ocupou todas as posições em A Cor da Magia e em Hogfather], mas não sei se são os responsáveis pela ausência da abordagem mais profunda das questões humanas, o aspecto filosófico, por falta de expressão melhor. Privilegiaram a ação e o romance, abandonaram os “por que”.

Tá, Discworld não é uma série indicada para quem procura respostas; no entanto, suas histórias ajudam a pensar nas perguntas e nisso a adaptação não alcançou o intento.

Minha impressão é que, como obra independente, é uma boa história de fantasia, bem executada. Vale a pena assistir. Só uma advertência pra quem não leu os livros: não julgue o universo Discworld por esta adaptação. Going Postal é o 34º título da série [32º se descontarmos O Fabuloso Maurício e The Wee Free Men, que são YA, livros infanto-juvenis que se passam no Disco], publicado em novembro de 2004.

A minissérie foi exibida na Inglaterra nos dias 30 e 31 de maio em duas partes de 1h30 cada.

Sinopse
“Going Postal is the story of arch-swindler Moist Von Lipwig (Coyle) and the beautiful, vengeful Adora Belle Dearheart (Foy). A life long travelling con-artist, Lipwig’s crimes finally catch up with him in the town of Ankh-Morpork. Faced with death by hanging, Lipwig is spared by Lord Vetinari (Dance), who sees him as the perfect man for the role of Postmaster in the decrepit Ankh-Morpork post office. Faced with an almost impossible task, and making an immediate enemy of bloodthirsty tyrant Reacher Gilt (Suchet), owner of the rival money-hungry Grand Trunk Clacks communication monopoly, Lipwig’s first instinct is to run. That is until he meets the spellbinding Adora. Captivated by her beauty and brains, Lipwig will try anything to win her affections…little knowing the part he has played in her family’s downfall.”

Going Postal trailer estendido

Link http://www.youtube.com/watch?v=f42iED5-yX0

Serviço
Ficha técnica no iMDB
Hotsite na Sky1
verbete na Wikipedia

Ficha técnica
Título: Going Postal
Diretor: Jon Jones
Roteiro: Bev Doyle, Richard Kurti
Baseado no livro “Going Postal” de Terry Pratchett
País: Inglaterra
Ano: 2010
Produção: Rod Brown, Sue De Beauvoir, Paul Frift, Vadim Jean, Ian Sharples
Música: John Lunn

Elenco
Richard Coyle … Moist Von Lipwig
David Suchet … Reacher Gilt
Charles Dance … Lord Vetinari
Claire Foy … Adora Belle Dearheart
Tamsin Greig … Miss Cripslock
Andrew Sachs … Groat
Ingrid Bolsø Berdal … Sergeant Angua
Alex Price … Roger
Steve Pemberton … Drumknott
John Henshaw … Mr Pony
Paul Barber … Dave
Jimmy Yuill … Mr. Spools
Marnix Van Den Broeke … Mr. Pump
Ben Crompton … Mad Al
Adrian Schiller … Mr. Gryle
Matt Devere
Ian Bonar … Stanley Howler
Madhav Sharma … Crispin Horsefry
Daniel Cerqueira … Trooper
Paula Lane … Princess
Mike Kelly … Hobson
Asif Khan … Sane Alex
Tamás Mohai

Posts relacionados
Hogfather – Missão Especial de Natal
A Cor da Magia

About these ads

Um comentário sobre “Going Postal

  1. Pingback: 10 livros em 10 dias | Série de livros que gosto mais « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s