50 livros infanto-juvenis

O Secretário da Educação Michael Gove quer que as crianças na faixa dos 11 leiam pelo menos 50 livros por ano na Inglaterra [ao mesmo tempo em que fecha bibliotecas pelo país; discurso versus ação, a grande dicotomia]. Daí o jornal The Independent pediu para cinco especialistas listarem 10 livros cada um indicados para crianças dessa idade. O resultado foi:

* Alice no país das maravilhas e Alice através do espelho [Alice's Adventures in Wonderland / Through the Looking Glass], Lewis Carroll

* Pinóquio [Pinocchio], Carlo Collodi

* Emil e os detetives [Emil and the Detectives], Erich Kastner

* Swallows and Amazons, Arthur Ransome

* Black Hearts in Battersea, Joan Aiken [achei diversos títulos publicados no Brasil mas não descobri qual foi traduzido deste]

* A maldição da coruja [The Owl Service], Alan Garner

* Tudo depende de como você vê as coisas [The Phantom Tollbooth], Norton Juster

* Moominsummer Madness, Tove Jansson

* A Hundred Million Francs, Paul Berna [achei diversos títulos publicados no Brasil mas não descobri qual foi traduzido deste]

* As Jóias da Castafiore – as Aventuras de Tintim [The Castafiore Emerald], Hergé

* A estrela de Kazan [The Star of Kazan], Eva Ibbotson

* Um conto de natal [A Christmas Carol], Charles Dickens

* Série William, Richmal Crompton

* O príncipe feliz [The Happy Prince], Oscar Wilde

* O elefante infante da coletânea de contos Histórias Assim [The Elephant's Child From The Just So Stories], Rudyard Kipling

* A ilha do tesouro [Treasure Island], R.L. Stevenson

* O velho e o mar [The Old Man and the Sea], Ernest Hemingway

* The Man Who Planted Trees, Jean Giono [em francês: L'homme qui plantait des arbres]

* The Singing Tree, Kate Seredy

* O jardim secreto [The Secret Garden], Frances Hodgson-Burnett

* Refugee Boy, Benjamin Zephaniah

* Finn Family Moomintroll (Série Moomin], Tove Jansson

* Diário de um banana [Diary of a Wimpy Kid], Jeff Kinney

* I Capture the Castle, Dodie Smith [não encontrei tradução, mas é da autora de 101 dálmatas]

* O Hobbit e O senhor dos aneis [The Hobbit / The Lord of the Rings], JRR Tolkien

* The Tygrine Cat (and The Tygrine Cat on the Run), Inbali Iserles

* Sem dramas, Jeeves [Carry On, Jeeves], PG Wodehouse

* When Hitler Stole Pink Rabbit, Judith Kerr

* A magia de Holly Wood [Moving Pictures], Terry Pratchett * eu discordo dessa indicação; de Pratchett tem tanta coisa legal pra essa idade e justamente Moving Pictures é um dos meus menos favoritos. Trocaria por Os pequenos homens livres ou O fabuloso Maurício sem piscar

* The Story of Tracy Beaker, Jacqueline Wilson

* As aventuras de Sherlock Holmes [The Adventures of Sherlock Holmes], Sir Arthur Conan Doyle

* O estranho caso do cachorro morto [The Curious Incident of the Dog in the Night-Time], Mark Haddon

* Mistress Masham’s Repose, TH White

* Mulherzinhas [Little Women], Louisa May Alcott

* How to be Topp, Geoffrey Williams e Ronald Searle

* Alex Rider contra Stormbreaker [Stormbreaker], Anthony Horowitz

* Private Peaceful, Michael Morpurgo

* Artemis Fowl [idem], Eoin Colfer

* The Silver Sword, Ian Serraillier

* A revolução dos bichos [Animal Farm], George Orwell

* Skellig – série Escola de Magia [idem], David Almond

* Red Cherry Red, Jackie Kay

* Talkin Turkeys, Benjamin Zephaniah

* Greek myths, Geraldine McCaughrean [a autora especializou-se em recontar/adaptar histórias, tem alguns títulos traduzidos aqui]

* People Might Hear You, Robin Klein

* Jogo-da-velha [Noughts and Crosses], Malorie Blackman

* Einstein’s Underpants and How They Saved the World, Anthony McGowan

* After the First Death, Robert Cormier

* The London Eye Mystery, Siobhan Dowd

* Beano Annual [uma espécie de gibi anual]

About these ads

9 comentários sobre “50 livros infanto-juvenis

  1. Tá! Eu lia muito. Mas, na minha infância não existia nada de informática! Ainda bem que inventaram ebooks para alívio da garotada.
    Eu ia perguntar sobre os brasileiros, daí lembrei que a listagem é britânica…

    Parabéns, flor do dia! Hoje é seu dia! :)

  2. Oi, moça;
    Esse livro da Joan Aiken não foi traduzido no Brasil; o do Paul Berna (A Hundred Million Francs) tem como título original “Le cheval sans tête”, ou “O cavalo sem cabeça”. Tem tradução portuguesa, não brasileira, e é difícil pra chuchu conseguir um exemplar.
    “Mulherzinhas”: AMMMMMMMOOOOOOOO, e as meninas lá em casa também. Tenho o exemplar do Círculo do Livro, que o editou pela metade (Beth não morre nesse meu livro).
    Vamos combinar: “O velho e o mar” aos 11 anos? Que desperdício!
    Bjs e que esse dia te traga mais do que um ano a mais na conta! Porque toda a horta é unânime em dizer que Tia Batata merece TUDO de bom nessa vida!

  3. Indico livros como:

    -Marley & Eu (não é muito infanto-juvenil…);
    -As crônicas de Nárnia;
    -O pequeno príncipe;

    P.S.:Você é portuguesa? Por que se é com certeza nunca deve ter ouvido falar da coleção vagalume…muito boa…S2

    P.S.#2:Sou Brasileira tá?

    Ah…sou uma Devoradora de livros , mas com 12 anos(agora) eu li no máximo us 40 livros!!
    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s