Calendário 2011 F1, FIndy, Nascar, MotoGP e SuperBike

Com um campeonato que será o mais longo da história da Fórmula 1, possuindo 20 corridas, o condicionamento físico dos pilotos será bastante exigido nesta temporada. Por isso, Fernando Alonso decidiu mudar o foco de seus treinamentos. [Terra. 23/01/11]

Formula 1 Site oficial
13/03 Sakhir [Bahrein]
27/03 Melbourne [Austrália]
10/04 Kuala Lumpur [Malásia]
17/04 Xangai [China]
08/05 Istambul [Turquia]
22/05 Catalunha [Espanha
29/05 Monte Carlo [Mônaco]
12/06 Montreal [Canadá]
26/06 Valência [Europa]
10/07 Silverstone [Inglaterra]
24/07 Nürburgring [Alemanha]
31/07 Budapeste [Hungria]
28/08 Spa-Francorchamps [Bélgica]
11/09 Monza [Itália]
25/09 Singapura
09/10 Suzuka [Japão]
16/10 Yeongam [Coreia]
30/10 Nova Delh [Índia]
13/11 Yas Marina [Abu Dhabi]
27/11 São Paulo [Brasil]

A Fórmula Indy anunciou nesta terça-feira em seu site oficial alterações nas regras para a temporada 2011. [...] A alteração mais significativa será a relargada nos circuitos ovais, que daqui para frente será feita em filas duplas. Ou seja, agora os carros voltarão para a disputa com as rodas lado a lado e com uma menor distância entre o da frente e o que está mais atrás. [Band, 11/01/11]

Indy Site oficial
27/03 S. Petersburgo
10/04 Barber
17/04 Long Beach
01/05 São Paulo [Brasil]
29/05 Indianapolis
11/06 Texas
19/06 Milwalkee
25/06 Iowa
10/07 Toronto
24/07 Edmonton
07/08 Mid-Ohio
14/08 New Hampshire
28/08 Sonoma
04/09 Baltimore
18/09 Motegi [Japão]
02/10 Kentucky
16/10 a confirmar

Continue lendo

Outubro Rosa | NFL: A Crucial Catch

Pelo segundo ano seguido, a liga de futebol americano profissional dos EUA promove o mês de conscientização e prevenção do câncer de mama: em todos os jogos disputados em outubro os jogadores, técnicos, juízes, campos de futebol e websites exibirão elementos cor de rosa. Os equipamentos, peças de vestuário, bolas e moedas especiais serão leiloados e a renda beneficiará a American Cancer Society e os projetos sociais dos times e jogadores que se dediquem ao tema.

Neste ano a campanha da NFL tem nome, A Crucial Catch, e concentra-se na divulgação da importância do exame anual. Eu traduzi [de forma amadora, é claro] um quadro do website deles a seguir.

“Devido ao financiamento inadequado do governo federal para o programa de exame do câncer cervical e de mama, menos de uma em cada cinco mulheres consegue fazer o exame e o tratamento que salvaria suas vidas quando elas precisam.

Você pode ajudar a reduzir o risco de ter câncer de mama com exercícios físicos regulares, mantendo um peso saudável e limitando o consumo de bebida alcoólica.

Mais mulheres sobrevivem ao câncer de mama com o diagnóstico precoce e tratamento adequado.”

Vou repetir o que comentei no ano passado: são caras enormes num esporte de contato duro usando pink um mês inteiro para divulgar a conscientização de uma doença predominantemente feminina. Além do futebol americano, outros eventos esportivos usarão a cor rosa durante o mês de outubro: uma corrida da Nascar e outra da Indy [que pretendo comentar depois]; as ligas nacionais de futebol soccer nos EUA [MLS] e no Méxco usarão uma Jabulani pink nos jogos e alguns goleiros usarão luvas da mesma cor. Os times dos EUA organizarão palestras em suas comunidades e doarão parte do lucro da venda de ingressos. As ligas profissionais norte-americanas de basquete [NBA], hóquei no gelo [NHL] e beisebol [MLB] também participam da campanha de prevenção e conscientização, numa escala menor e nem sempre em outubro.

O importante aqui é derrubar barreiras e tabus: o corpo é da mulher, ela é responsável por ele, mas não precisa fazer isso sozinha ou às escondidas, por pudor. Quanto mais gente falar sobre o assunto, maior a conscientização [e, consequentemente, as verbas para pesquisa e a pressão sobre os órgãos públicos de saúde].

Mais fotos: The Examiner

Este post faz parte da blogagem coletiva Outubro Rosa.

Para acompanhar as blogagens: A Vida como a Vida Quer, da Sam Shiraishi.

Sites legais
Dia de Amar Seu Corpo

FEMAMA Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama

Mulher Consciente

Posts legais
Outubro Rosa no Discovery Home & Health [Simone Miletic, Só Seriados de TV]

Ao invés do medo, a prevenção [Simone Miletic, Porque minhas opiniões não cabiam na telinha da TV]

Outubro Rosa: Caneca Alvo da Moda by IBCC [Cler Oliveira, Eu Amo Canecas]

Outubro Rosa [Mari Trigo, Shopaholic]

Outubro Rosa: Luta contra o câncer de mama [Celina Oliveira, Luxos e Luxos]

Dia Rosa Para Todas [Patrícia Assis, De Repente: Mãe]

Você se previne do câncer de mama? Então aproveite o Outubro Rosa [Juliana Lopes Romão, Casa in Ordem]

Dra Laura Lúcia explica como fazer o auto-exame das mamas


Link http://www.youtube.com/watch?v=3L0ME1oJaaw

Post relacionado
NFL goes Pink

Calendário F1, FIndy, Nascar, MotoGP e SuperBike

Hora do post tradicional do PdBUT com os calendários da temporada de automobilismo que eu sigo – mais ou menos. A F1 só tenho visto uma ou outra corrida por ano, da Indy também tenho assistido cada vez menos… Na mesma proporção em que tenho acompanhado cada vez mais a Nascar, por coincidência.

Deve ser o Efeito Montoya.

O piloto britânico da F1 Lewis Hamilton e a cantora do Pussycat Dolls Nicole Scherzinger divulgaram nesta segunda-feira o fim do seu namoro após um ano e oito meses.

O ex-campeão mundial Hamilton, de 25 anos, e Scherzinger, de 31, expressaram o desejo de se concentrarem em suas carreiras. [O Globo, 11/01/10]

Eu vou me abster de comentar a carreira da Nicole Scherzinger, tá? Hush hush.

Fórmula 1
Data Circuito
14/03 Bahrein
28/03 Austrália
04/04 Malásia
18/04 China
09/05 Espanha
23/05 Mônaco
30/05 Turquia
13/06 Canadá
27/06 Europa
11/07 Inglaterra
25/07 Alemanha
01/08 Hungria
29/08 Bélgica
12/09 Itália
26/09 Cingapura
03/10 Japão
17/10 Coreia do Sul
31/10 Emirados Árabes
14/11 Brasil

Continue lendo

Go Pink or Go Home

Bobby Labonte, 2009

Bobby Labonte, 2009

No ano passado foram três, em 2009 são cinco.

No mesmo fim-de-semana em que a F1 definiu o campeão da temporada, numa disputa interna entre dois pilotos da mesma equipe que iniciou o ano com os carros pintados de branco e amarelo porque nem patrocinador tinha, a Nascar correu as 500 Milhas Lowe na Carolina do Norte. Dos 43 participantes, cinco correram com os carros e/ou macacões cor-de-rosa pelo Mês de Combate Contra o Câncer de Mama:

. Kyle Busch, carro 18 patrocinado pela M&M`S [Toyota Camry],
. Bill Elliott, carro 21 [Ford Fusion],
. Bobby Labonte, carro 96 patrocinado pela Ask.com [Ford],
. Elliott Sadler, carro 19 patrocinado pelas feraamentas Stanley [Dodge],
. Michael Waltrip, carro 55 patrocinada pela NAPA/Susan G. Komen [Toyota Camry]

Busch, Labonte e Sadler foram os três que apoiaram a causa no ano passado também. Buschinho foi ainda além e usou o pink no macacão [v. foto no Twiter de um cara da equipe].

“I’m real proud to be part of it,” Busch said. “You can see me from a long ways away. It’s pretty good-looking.” [Thatsracin.com]

Elliott Sadler

Elliott Sadler

O site Ask.com, patrocinador de Labonte, doará 1 milhão de dólares para a fundação Susan G. Komen, que já arecadou quase 1 bilhão e meio de dólares para a pesquisa para a cura do câncer de mama.

A dona da marca de chocolates M&M’s continuou com a tradição de lançar uma edição limitada de confeitos cor-de-rosa no mês de outubro, com parte da renda revertida para a mesma fundação, assim como a Cheerios [cereais] e a Stanley.

“I am proud to wear pink to show my support for NAPA and Susan G. Komen for the Cure,” said two-time Daytona 500 champion Waltrip. “My car rarely changes, but for the Charlotte race it`s going to be pink and blue. I hope the special paint scheme and this partnership will help increase awareness to find a cure for breast cancer.” [Reuters]

Cerca de 40% do público de corridas da Nascar é feminino [e eu gostaria de saber a percentagem de torcedoras do Juan Pablo Montoya, só na minha lista do Twitter sei de 4], mas este não é o motivo principal para a iniciativa: o câncer de mama afeta os homens também, tanto literalmente quanto indiretamente.

“My mom has always been by my side and my biggest fan,” said Sadler, who rolls off 38th in Saturday’s Sprint Cup race. “Last year when she walked out to the starting grid in Charlotte and took a picture with me in my pink Stanley/Susan G. Komen for the Cure fire suit in front of my pink No. 19 Dodge, she told me it was one of the most special moments of her life. That entire weekend was extremely special to me.” [Fox Sports]

Kyle Busch, 2009

Kyle Busch, 2009

Na categoria preparatória da Nascar também teve pilotos correndo em carros cor-de-rosa, todos da equipe Braun Racing [Camry]: Jason Leffler, Reed Sorenson e Brian Vickers.

Nascar drivers are people too, they have family and friends, all of which have the same vulnerabilities to this disease as any of us. The issue of breast cancer and early detection is just as personal to them as it is to us. [Bleacher Report]

outubro_rosaJá pelos lados de cá, as iniciativas começam a ganhar mais espaço com a divulgação e o trabalho especialmente de blogueiras e da Avon. A Sam Shiraishi encabeça o movimento blogueiro/twiteiro.

Em SP o governo está a distribuir material informativo em pontos relacionados com a saúde; em Marília/SP, por exemplo, quem tiver interesse deve procurar no Hospital das Clínicas e na Santa Casa. Na sexta-feira teve ação de conscientização na rodoviária, patrocinada pela Avon. A mesma ação aconteceu no Ibirapuera em SPO no domingo.

Ainda está longe de envolver um público menos direcionado por gênero mas quem sabe um dia verei um jogo de futebol masculino que embarque na campanha.

Posts legais
Uma noite rosa – Porque minhas opiniões não cabiam na telinha da TV

Em homenagem ao Outubro Rosa, a A Chapa veste de rosa novo sanduíche – Aventuras Gastronômicas

Outubro Rosa: Top 10 coisas que você precisa saber sobre o câncer de mama – From Lady Rasta

Ela tem que saber – Recém-Casada

Posts relacionados
NFL goes Pink
Pink Cadillac

Domingueiras

Dica fantástica da LuMa [senquiu!]: um jovem casal francês se propôs a percorrer 15mil km entre Miami/EUA e Ushuaia/Argentina, gastando apenas um euro por dia. Além da mochila nas costas, Laetitia et Guillaume [atualmente apenas Guillaume] levam também Kitty, um gatinho que resgataram em New Orleans [se o meu francês deu pro gasto].

A jornada começou em 2008 e está prevista para terminar em 2011. Kitty era filhotinho e cresceu na estrada. As fotos dele na mochila e nos ombros dos humanos são as minhas favoritas, nem reparei na paisagem latino-americana.

C’est très fofinho!

Ainda em francês, pero entendível, veja o que acontece quando a criatura exagera no mé lá no blog da MarieJean. Numa época em que os celulares vem com câmeras de boa resolução, pode ser eu ou você no Youtube!

Anturdia comentei que ninguém odiava a Megan Fox mas parece que não é bem assim. Com apenas dois filmes lançados, a moça tá juntando desafeto quinem mosca.

Primeiro ela diz que não vai fazer o filme da Mulher Maravilha porque é uma personagem fraca e recebe uma lambada de todo lado, como nesta carta aberta.

Daê ela diz que trabalhar com Michael Bay é como trabalhar para Hitler e obtém outra carta aberta de três membros da equipe técnica de Transformers 1 e 2. Essa carta foi publicada no blog oficial do diretor, eu li ontem, mas quando voltei hoje para pegar o link tinha sido excluída.

Senquisgóde pela Internet que tudo salva.

Aliás, googlar “Megan Fox open letter” traz muita diversão de volta.

Quando vemos as corridas da Nascar, cidadãozinho se empolga: “tia, Cars!”

Tou ensinando ele a reconhecer o carro 42: “M’toya fofinho!”

No filme Mamãe É de Morte, Mamãe mata uma mulher porque ela usava sapatos brancos depois do Labor Day. É uma das coisas que ficam caraminholando na minha cabeça, mas agora já sei por quê.

Próxima.

No ano em que Titia Batata nasceu, meu nome foi o 15º mais registrado, segundo o site Certifixe.

Senquisgóde a chuva deu uma trégua, já tava ficando sem toalhas limpas.

Dona mãe descobriu que o responsável pelas compras em um supermercado daqui de Pedra Lascada só bota produto de quem lhe paga “comissão” e ficou indignada.

Eu fiquei preocupada porque sei da existência dos boleiros não apenas nesse estabelecimento e perdi a capacidade de me indignar faz tempo.

A propósito, não tem mais aveia Quaker no tal super. Tem uma marca genérica que desconhecemos.

Marília, aqui vamos nós.

Oooh, Harry Connick Jr. cantou o hino no kickoff da NFL. Love you, xuxu. Mas Troy Polamalu se machucou. Love you too, xuxuzão.

So desu ka, domingo que vem tem Emmy Primetime, né? Tapete vermelho no E! e cerimônia no Sony, mas e o horário?

Blog novo sobre séries, filmes e livros na área: Esperando o Esperado, da Mica.

Vi o episódio piloto de Vampire Diaries mas, com as séries que acompanho regularmente retornando daqui a pouco, tenho que escolher o que vou seguir e o que não. E VD vai ficar de fora.

Um leitor da Nina Horta se pergunta onde foi parar o bucho casinha de abelha, na coluna do dia 10/09.

Ói, desque mudei pra Pedra Lascada nunca mais vi – e isso faz quase 25 anos.

Momento Post-It: o Scream Awards deste ano será no dia 31 de outubro na TNT, segundo o blog Line-Up.

Mesmo quando eu penso que existe um movimento anunciando o fim da literatura, eu olho meus netos, penso na série do Harry Potter e me vejo obrigada a discordar disso, pois surgiu uma escrita que as crianças acompanham. Ainda mais as crianças, que têm déficit de atenção e não são capazes de ler uma página porque estão tão viciadas no visual e não sabem acompanhar raciocínios completos como a literatura! Fico contente de ver que a literatura e o “livrão” não estão morrendo. O menino de 7 anos lê um volume do Harry Potter num fim de semana e é preciso quase “pegar pela orelha” para ele parar de ler e fazer outras coisas. É muito interessante esse fenômeno. [Walnice Nogueira Galvão, Revista Fapesp # 158]

No livro Undead and Philosophy, um articulista propõe a criação do PETZ – People for the Ethical Treatment of Zombies.

Tava à procura de uma dica de compostagem simples pra fazer uso das folhas e flores dos ipês que caem no quintal de casa e achei lá na Ilha do Mel Capixaba.

Continue lendo

Agenda: Nascar, F1, Indy

Nascar
A primeira etapa da Sprint Cup é no dia 7 de fevereiro, em Daytona
Site oficial www.nascar.com
Calendário completo no blog de Sérgio Lago

Formula 1
A primeira prova da temporada será no dia 29/03, na Austrália
Site oficial www.formula1.com
Calendário no UOL

Formula Indy / Champ Car
A primeira prova da temporada será no dia 05/04, no circuito de St. Petersburg
Site oficial www.indycar.com
Calendário no site Speedway
O campeonato talvez não tenha o piloto brasileiro Helio Castroneves, que será julgado por sonegação fiscal em março [link] [link].

Até um chute na bunda te empurra pra frente

Na etapa de ontem da Nascar {Phoenix] um acidente provocou a interrupção da prova durante quase 20 minutos. Na nova largada, dois carros “afogaram”; nesses casos o caminhão de serviço dá uma mão e empurra por trás até o motor pegar mas, como eram dois carros, um ia ter que esperar.

Foi aí que vi uma coisa que achei muito bonitinho: um competidor empurrou o segundo carro até o motor pegar, em vez de deixá-lo aguardando o caminhão de serviço. Tá tão raro ver atitudes desportivas no esporte profissional que soltei até umas duas lagriminhas.

Tá certo que depois foi um festival de totós que levou a corrida a avançar quase 1h30 além do previsto, de tanta bandeira amarela, mas ficou o registro do piloto solidário.

[E hoje tem jogo do meu time no Monday Night! O horário é que é de matar.]

Pink Cadillac

Last year I didn’t know what to think about driving a pink car, now I can’t wait to race it. I was touched by so many stories that fans shared with me last year, that it is an honor to be part of Target’s initiative again to raise awareness and money for a foundation that will ultimately save lives. [Casey Mears, piloto da Nascar, 2005]

Casey Mears, 2005

Casey Mears, 2005

Estava a assistir à prova de Lowes da Nascar no sábado [Bank of America 500 - prova noturna, adoro], apreciando a saída meio que à Le Mans, quando bato o olho num carro inteirinho cor-de-rosa. E mais outro. Não dá pra evitar, gente: ali, no meio de 43 carros com cores fortes tem dois caras berrando “olha pra mim! olha pra mim!”

Eu olhei, né?

Daí a pouco locutor e comentarista explicam que é uma ação de conscientização para a prevenção contra o câncer de mama, que tem seu ápice no mês de outubro já há muitos anos. Disseram que em 2008 são três carros com a pintura: Kyle Busch com o carro 18 [MM's], Bobby Labonte com o nº 43 [General Mills] e Elliott Sadler com o carro 19 [Stanley Tools], este pintado de preto com grandes detalhes em rosa; eu não tinha percebido antes por causa do verniz brilhante, quando a luz bate só dá pra ver o clarão.

Continue lendo

Vrum

Lightning McQueen, do desenho animado Cars [Disney/Pixar]No domingo passado assisti meia corrida da primeira prova da Nascar, as 500 Milhas de Daytona – meia porque começou a chover forte em Pedra Lascada e perdi o sinal; vi uns 40 minutos no começo e a hora final. São duas expressões que sempre me atraem numa corrida: 500 milhas e prova noturna, e teve as duas!

Pobrema é que são muitos pilotos [43] e não deu pra conhecer nenhum ainda pra torcer. Minto, conheço quatro caras, nenhum pra torcer muito: o filhinho de papai Sam Hornish Jr, o marido da Ashley Judd, Dario Franchitti, o meu fofucho Juan Pablo Montoya e Jacques Villeneuve. Os dois Continue lendo