The Fifth Elephant

Capa do livro

Capa do livro

Quando procurei [e encontrei, eba!] Hogfather na Estante Virtual, no mesmo sebo achei The Fifh Elephant e Thief of Time. Claro que arrecadei o lote.

The Fifth Elephant é o 24º título da série Discworld. Recapitulando: Discworld é um mundo achatado como uma pizza que se equilibra sobre as costas de quatro elefantes que navegam pelo espaço nas costas da tartaruga Grande A’Tuin. Existe uma lenda que diz que uma vez existiu um quinto elefante, mas ele escorregou e caiu, pesado o bastante para separar as terras e erguer montanhas.

Outra lenda diz que os ossos dos elefentes gigantes são feitos de pedras e ferro, e seus nervos de ouro [muito melhor para a condutividade]. A terra onde o quinto elefante acabou soterrado pela poeira dos tempos é rica em rochas, ferro, ouro e, o seu produto de exportação mais valioso, gordura. A gordura é usada para fazer velas.

Percebe as conexões com o que chamamos de mundo real?

Mas espere, ainda há mais!

Continuar lendo

Sabotage / Sabotagem / O Marido Era O Culpado [e etc.]

Pôster

Pôster

Na semana passada comentei que estava precisando assistir a uns filmes adultos [favor não confundir com "filmes adultos" sinônimo de X-Rated] e quase no mesmo dia consegui ver Sabotagem [Sabotage, não confundir com Saboteur] do Hitchcock. O universo, né? Ele conspiiira.

Antes vi um pedaço do documentário sobre o diretor que conta que ele começou a história de aparecer em seus filmes logo no primeiro trabalho, quando teve que substituir um extra que faltou no dia da gravação. Ele disse que programa suas aparições sempre para os primeiros dez minutos que é pra não obrigar o espectador a ficar procurando-o o tempo inteiro.

Bem, eu o perdi de vista.

Num filme de 70 minutos. Vamos não falar da minha capacidade de concentração, combinado?

Em todo caso, no mesmo documentário e em entrevistas posteriores, Hitch comentou que cometeu um erro ao adaptar uma cena fiel ao livro The Secret Agent de Joseph Conrad [No Coração das Trevas, Lorde Jim] e que essa cena provocou a rejeição da audiência. Tá no vídeo anexado ao pé deste post também.

Sabotagem

Acepções
1 ação ou efeito de sabotar
2 danificação propositada de estradas, meios de transporte, instalações industriais, militares etc., para a interrupção dos serviços

Etimologia
fr. sabotage (1904) ‘manobras, ações que têm por objetivo provocar o prejuízo de uma empresa’, de saboter

Continuar lendo

Domingueiras

Sim, na primeira versão de Paraíso a Maria Rita noivava com a besta do Otário também. Não suporto essa cara de deboche do ator novo, vontade de espancar. Mas depois disso minha memória é um borrão e não sei se estou a misturar novelas SPOILER —> mas, se não me engano, o Zeca invadia a cerimônia de casamento montado no cavalo e raptava a Maria Rita no altar <— FIM DO SPOILER.

O Ricardo sofre de saudade da Aninha. Porque ele a aaama e não consegue ficar longe dela, certo? Não, porque o apartamento tá um chiqueiro e ele tá com fome.

Todos os personagens criticam a atitude da protagonista – ou a falta de atitude. O Tóbi chega a dizer que ela é burra. A voz do povo é a voz de Deus, nué?

Aliás, apenas agora botei reparo que essa novela não tem vilões. Lerdinha toda vida. Mas nem senti falta de um.

De sexta pra sábado emagreci mais de 200g só de cabelo. Agora entendo porque usavam toucas para dormir antigamente: eu já tava ficando presa no próprio cabelo, mal conseguia me virar na cama.

Melhor do que cloral é o livro O Laboratório dos Venenos, do russo Arkadi Vaksberg: é pegar e dormir. O que me aborrece mais nem é a abordagem tendenciosa [oi, Henderson!] mas principalmente a estética, cheio de vírgulas e construções invertidas que tornam a leitura truncada, sem fluidez.

A estética também é um aspecto importante para europeus e japoneses quando o assunto é… vegetais. Se você tem o pepino torto ou se a sua banana é pequena pode perder a esperança de penetrar naqueles mercados. No Japão se desperdiçam 40% da produção agrícola porque os vegetais fogem do padrão, seja para mais, para menos ou pela forma.

Eu tou me sentindo a própria Soockie Stackhouse graças à @ratobiblioteca: no site The Free Dictionary todo dia tem uma palavra nova pra aprender [e um novo artigo, aniversário, Hoje na História, notícia, citação...]. Tem alguma versão brasileira disso? Tudo num lugar só?

O 37º volume da série Discworld, do Terry Pratchett, será lançado na Inglaterra e EUA no próximo dia 6 de outubro. O autor não sairá em turnê para divulgar Unseen Academicals por causa do Alzheimer :(

“Nos livros de Rowling, para salvar um inocente temos o direito e o dever de transgredir as leis. O direito à desobediência é amplamente justificado em várias situações da série. Harry, muitas vezes, só consegue se salvar e triunfar sobre as forças do mal por causa de sua audácia e capacidade transgressora”, observa Isabelle Smadja, pesquisadora da Universidade de Nancy, em Harry Potter: as razões do sucesso. “Embora ela mantenha a necessária luta entre bem e mal, estamos longe das ficções de baixo nível de hoje dirigidas às crianças, nas quais, para dar curso a uma violência por vezes cruel, se cria o pretexto faccioso de que os ‘bons’ devem lutar contra os ‘maus’ e que, por isso, podem matar e torturar.” [Revista Pesquisa Fapesp #135, mai/07]

Já ouviu falar no verbo “oportunizar”? Nem o Houaiss, nem o Michaelis. Mas essas duas acadêmicas sabem até flexioná-lo.

Toda vez que passa o comercial do café Três Corações lembro do filme Vem Dançar Comigo, o do Baz Luhrman. Love is in the air, manja?

Então Seu Jorge compõe e grava uma música com o título Burguesinha, daí vai lá e estrela a campanha da seção de moda da Riachuelo, né?

Uma das videolocadoras nonde sou cadastrada vai fechar :( A proprietária perguntou se quero comprar algum dos clássicos do acervo, vai me mandar a lista preu escolher.

Tegucigalpa é a capital de Honduras. Isso é uma coisa que não escrevo desde… Bom, desque jogava Quiz. E mesmo assim não frequentava as salas de Capitais.

Ouço muito duas variações de diálogo atualmente:

[1] “Votou nessa pessoa, não foi? Então agora engole seco e vai chorar na cama.”

ou

[2] “Ainda bem que eu não votei nessa pessoa, senão estaria com mais raiva ainda.”

Feliz Dia de Cosme e Damião. Quer um pirulito?

Paixonei em Glee. E comãssim que o vampiro Chow de True Blood é o coach Ken Tanaka, o cara que só tem um par de calças compridas?
Continuar lendo

[Livro] A Vida Secreta das Abelhas

Capa nº 1

Capa nº 1

A primeira vez que ouvi falar de A Vida Secreta das Abelhas foi numa notícia a respeito do filme independente indicado a premiações deste ano como o People’s e o Critic’s Choice. Ou um pouco antes, talvez, porque tento acompanhar a carreira da Dakota Fanning e da Queen Latifah, as duas atrizes principais, mas nem sabia que se tratava da adaptação de um livro.

A inguinorânça que astravanca os pogresso!

Há pouco tempo vi o livro num saldão e o comprei sem muita expectativa – OK, para ser bem honesta, foi para completar o valor mínimo e conseguir o frete grátis mesmo, heh – e no fim foi o que gostei mais do pacote.

A autora Sue Monk Kidd disse que a história de Lily Owens é autobiográfica em parte. A história se passa no início dos anos 60, numa região dos EUA afetada pelo racismo e pela intolerância de raça, de classe e de religião. Lily é uma menina branca de 14 anos, órfã de mãe e maltratada pelo pai, que foge de casa para salvar Rosaleen, a mulher negra que toma conta dela desde que a mãe de Lily morreu num acidente com um revólver. As duas acabam se refugiando na propriedade de três irmãs negras que vivem da apicultura.

Continuar lendo

Vida boa

Dos nove vereadores de Pedra Lascada, apenas um foi reeleito. Todos os outros oito conseguiram vaga com o discursinho de “Pedra Lascada tem que mudar”.

Uma das primeiras propostas desse grupo foi a criação de um recesso parlamentar de 30 dias em julho, além dos 45 dias entre dezembro e janeiro.

Um pode dizer que “ah, mas eles podem ser convocados para trabalhar durante o recesso, também não é assim.”

É assim, sim, porque convocação durante o recesso paga adicionais ao salário.

A ONG Pedra Lascada Transparente questionou o projeto de lei e, depois da repercussão negativa na cidade, o autor retirou da pauta – para apresentar de novo agora em março.

Mudar nem sempre é sinônimo de melhorar.

Não, o candidato em quem votei não foi eleito e sim, o presidente municipal do PT continua fazendo oposição à ONG.

Se é pelo bem da nação…

Dona mãe é bem conhecida em Pedra Lascada, não só porque trabalhou muito tempo com comércio numa cidade minúscula mas pelo próprio jeitão amigável dela, ao contrário da filha. Amigável ou não, ela anda pistola da vida com os candidatos a vereador que, de uma hora pra outra, viraram o melhor amigo de infância da pessoa.

Gente que freqüenta a mesma religião ou que se conhece mesmo desde pré-adolescente e que, fora da época da eleição, age como se nem enxergasse o cidadão, de repente é só beijos e abraços e “Tetê” pra cá, “Terê” pra lá que dá até nojo.

Nessas horas é vantagem a minha cara de cão que morde, já disse isso  pra ela.