The Celebrity Apprentice – ep 04

Piers Morgan

Piers Morgan

O episódio começou com um Momento Awww: Tito Ortiz, aquele cara enorme lutador de vale-tudo, recebeu um representante do Hospital Pediátrico na academia para entregar o cheque da doação, mas quem apareceu foi uma garotinha de nove anos. Ela é pequenininha porque sofre de ossos frágeis e fez um desenho para agradecer ao Tito. Ele se ajoelha no chão e abraça a menina com todo cuidado do mundo.

*Snifs*

Findo o Momento Awww, o resto do episódio foi um tédio. Seria efeito apenas da saída do Gene Simmons? Tá certo que a tarefa não foi um desafio criativo, de gerenciamento ou de logística tão grande assim, também: cada equipe devia vender o máximo de ingressos em duas horas, de quatro espetáculos da Broadway.

Pela Hydra o gerente de projetos foi Vincent Pastore, que estava para estrear em Chicago – a peça, não a cidade. Donald Trump também se embananou. A briga começou já na hora da leitura do dosiê [lembra que numa prova do Aprendiz brasileiro do ano passado uma equipe pulou essa fase e se lascou?]: Vinny incumbiu Piers Morgan da leitura e Stephen Baldwin o interrompia a todo momento.

Depois foi a vez de decidir quem seria o tenente de Vinny na negociação de escolha com o time oponente: é óbvio que Stephen Baldwin pulou na jugular da oportunidade. No entanto, Piers o segurou e disse que ele seria mais útil pedindo ajuda a seus contatos no mundo artístico, no que Baldwin pirou e se recusou, dizendo que era em retribuição ao que Piers falou na prova anterior [que ia responsabilizá-lo se perdessem].

Piers Morgan: If you are now going to deliberately not hit your high-rollers for the money as some form of proving me wrong, you are a shallow little man.
Stephen Baldwin: Boomerang. When you’re full of it, and you spew that stuff out, it’s probably just going to come back and hit you right in the face.

Na equipe Empresario a liderança ficou com Marilu Henner, que atuou em seis peças na Broadway, e a tenência com Omarosa. A reunião foi um exemplo de trabalho em equipe, motivação e organização. Nely Galán usou enfim seu caderninho de contatos, dizendo que Gene a ensinou bem. Ela estava picada porque os caras da Hydra a puseram a par do que viram na prova anterior, ou seja, de que Trump queria demiti-la e ela só escapou porque Gene não a levou de volta.

Com esse cenário, é fácil apostar que a equipe feminina finalmente ganhou, né?

Continue lendo

The Celebrity Apprentice – ep 03

Gene Simmons

Gene Simmons

Uma das coisas que estou gostando nos capítulos de Celebrity Apprentice é que eles mostram a reação dos competidores enquanto assistem ao video da equipe perdedora sendo sabatinada por Donald Trump, e depois quando voltam os sobreviventes também. Foi a melhor parte do episódio de ontem, já que a parte da prova foi meio entediante.

A tarefa era promover a marca Kodak, desassociando-a das câmeras fotográficas. Cada equipe recebeu um trailer para decorar e fazer demonstrações públicas e estoque do produto: impressoras e tinta de impressão de baixo custo. Com a equipe feminina em desvantagem numérica depois de duas derrotas, Trump ofereceu a Gene Simmons a chance de ser líder pela segunda semana consecutiva, se ele topasse migrar para a Empresario e ficar rodeado de mulheres. Ele topou.

Logo de cara, colocou as cartas na mesa e disse que era um “ditador benevolente”. O benevolente eu não sei, mas o ditador nós vimos na tarefa anterior. Esse deve ser mesmo o estilo do cara, porque ele repetiu tudo o que fez na prova da Pedigree – a única diferença é que pelo menos permitiu que duas das participantes se reunissem com os executivos da Kodak. Não adiantou grandes coisas por dois motivos:

Continue lendo

The Celebrity Apprentice – ep 02

Nadia Comaneci

Nadia Comaneci

Na semana passada comentei que não tinha visto mais a Nadia Comaneci depois da apresentação dos competidores, daí no episódio desta semana eles a mostraram um monte – para ser demitida logo em seguida.

Mas estou a por os carros na frente dos bois começando pelo fim.

A tarefa foi a criação de uma campanha publicitária patrocinada pela Pedigree destinada a incentivar a adoção de cachorros abandonados em abrigos. Parece que por lá o mês de fevereiro é dedicado ao tema. Como eles não arrecadariam fundos e o programa é sobre doação para o programa filantrópico da escolha do líder da equipe vencedora, Donald Trump estipulou 20 mil dólares  como prêmio.

No briefing ele apresentou o representante da Pedigree e perguntou quem dos competidores gostava de animais: eu vi poucas mãos levantadas e, dessas poucas, ainda uma ou duas com relutância, tipo “opa, é marca de ração de cachorro, deixa eu fazer uma média”. O Lennox Lewis e o Tito Ortiz, não, eles foram os primeiros.

Donald Trump: Lennox, você gosta de animais? Isso é uma surpresa. Do que você gosta? Pittbulls?
Lennox Lewis: Gatos.

Momento awww!

Continue lendo

The Celebrity Apprentice – ep 01

A coelhinha Tiffany Fallon

A coelhinha Tiffany Fallon

Quando fui pesquisar a lista de participantes da sétima edição de The Apprentice, a primeira com celebridades, acabei descobrindo quem foi para a final e quem venceu, mas resolvi acompanhar mesmo assim. Não cheguei a ler as notícias sobre as provas e a ordem em que foram eliminados, então tá limpo.

Donald Trump disse que selecionou as celebridades pessoalmente; eu não conheço a maioria. Os conselheiros desta etapa foram seus filhos Ivanka e Don Jr.

Os candidatos
Carol Alt – modelo e atriz
Gene Simmons – estrela do rock, baixista da banda KISS
Jennie Flinch – jogadora de softball, medalhista olímpica [ouro]
Lennox Lewis – boxeador peso-pesado, campeão mundial
Marilu Henner – atriz e escritora
Nadia Comaneci – ginasta, medalhista olímpica [ouro]
Nely Galán – ex-executiva da rede de TV Telemundo e empresária
Omarosa – controversa candidata da 1ª edição de The Apprentice
Piers Morgan – editor de tablóide e juiz de reality shows
Stephen Baldwin – ator e pastor evangélico
Tiffany Fallon – coelhinha da Playboy, Miss Georgia EUA 2001
Tito Ortiz – lutador de luta livre, artes marciais
Trace Adkins – cantor de country music
Vincent Pastore – ator [The Sopranos]

Na primeira prova, assim como na edição brasileira, o desafio foi o da venda para caridade – todas as provas serão beneficentes, aliás, já que a soma arrecadada vai para a instituição filantrópica escolhida pelo líder da equipe vencedora.

As equipes se dividiram entre homens [Hydra, sugerida pelo rockstar Gene Simmons embora ele tenha se confundido com Cérbero, os demais gostaram da mitologia da fera de sete cabeças que nunca é derrotada] e mulheres [equipe Empresario, sugerido pela executiva latina Nely Galán].

Gene Simmons: Hydra é o cachorro de três cabeças que guarda os portões do Inferno.
Vincent Pastore: Não, essa é a minha mulher.

Continue lendo