Ajuda dos universitários

Atualizado: Eba! Agradecimentos especiais ao Arthur que me matou [ops] dois problemas de uma pancada: eu tinha perguntado de um software que baixasse em formato que não o FLV porque não queria ter que instalar um segundo programa pra rodar o vídeo. Mas a solução que ele trouxe  tanto [1] faz o download do vídeo quanto [2] roda o formato FLv e ainda muitos outros: é o nosso velho conhecido Real Player, só que na versão 11.

Eu só tive que atualizar. Valeu, Arthur! Graças à sua dica, tem 2 pessoas se esfalfando pra baixar as 9 partes de And Then There Were None

😉

Alguém conhece uma alternativa pro VDownloader bem idiot proof, for dummies? E que já baixe em formatos amigáveis como AVI, não FLV, se não for pedir demais.

Tudo o que tento baixar ele diz que está indisponível ou que está bloqueado pra download, *snifs*.

Chamada dúbia

Ou: Estereótipo vende jornal; jornalista perpetua estereótipo.

Uma chamada na capa do portal UOL levava a uma notícia da Veja cuja manchete era “Música pop está cheia de referências a drogas, diz estudo“. Estudo inútil mas tema interessante, pensei, e fui ler.

Os pesquisadores tomaram por base as 279 músicas das listas de mais tocadas ou vendidas da Billboard norte-americana de 2005. Duzentas e dez faziam algum tipo de referência ao uso de drogas [ilícitas e lícitas, como cerveja e cigarro].

Continuar lendo