Corações sujos

Eu sou uma pessoa de cabeça fraca e sem força de vontade, admito. Não resisti à sessão dupla dos 50 filmes no TCM e continuei a assistir depois que o primeiro acabou, todo dia [exceto ontem, mas apenas mudei de canal pra acompanhar o futebol americano, então ficou do mesmo tamanho]. Agora güenta esse sono que não passa.

Ah, atualizo o post dos filmes todo dia, depois de assistir.

Em compensação, ontem entreguei o que provavelmente foram as duas últimas análises críticas do ano. Liberdade!

Por coincidência, a última foi a que mais gostei de fazer – não só porque era a última, mas pelo tema: fisiologismo político. O livro é uma reunião de artigos publicados entre 1982 e 1987 pelo Professor José Arapiraca, abordando os efeitos desta prática na educação.

O legal é que dá pra extrapolar tudo pra nossa realidade regional contemporânea quase como se fosse um gabarito e perceber que são as mesmas coisas com nomes diferentes. Digo, não legal no sentido de que usar a res publica em proveito próprio seja bom, ou de saber que isso ainda acontece e em qualquer lugar seja bom, mas no sentido de interessante – palavra que perdeu sua força e passou a significar “não dou a mínima” depois de House.

Me ajudou a entender, por exemplo, por que me incomodou a última ação do prefeito de uma pequena cidade do interior de SP, próxima a Marília, antes de deixar o cargo [dar o nome do pai a uma obra pública] ou o fato de que dois antigos diretores de escola envolvidos na perseguição cultural contra as crianças japonesas no pós-Guerra [citados até no Corações Sujos, do Fernando Morais] batizam duas ruas em Pedra Lascada – e, pior, duas ruas perto de onde eu moro, humpf.

Ímpios.

Aliás, agora bateu curiosidade de saber que apito tocava a pessoa que batiza a rua nonde moro. Provavelmente era alguém de “família tradicional” da cidade, já que o Google não retornou nada.

[O povo gosta muito de “família tradicional da cidade” por aqui. Pode-se dizer que Pedra Lascada tem um fumo oligarquista no sangue.]

Anúncios

8 comentários sobre “Corações sujos

  1. Você assiste centenas de filmes, lê e faz resenha de centenas de livros, procura informações no Google sobre pessoas homenageadas com nomes de ruas em Pedra Lascada e ainda assiste futebol americano!?!?!?!?

    De qual planeta você veio? Porque esticar as 24 horas de um dia, desta forma, só pode ser coisa de extraterrestre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s