Ainda Southern Vampires / True Blood

Prestenção no livro atrás do Eric

Prestenção no livro atrás do Eric

Tem uma seção no blog Loving True Blood in Dallas chamada You know you’ve watched too much True Blood when… [Você sabe que assistiu True Blood demais quando…] As respostas são divertidas [“quando o médico receita vitamina B12 e ácido fólico porque está um pouco anêmica e você fica imaginando ‘hmm, espere, quem me mordeu?'”].

Eu tenho pensado bastante nessa série de livros da Charlaine Harris ultimamente, mas por motivos menos engraçados. Já comentei antes que o que mais me chamou a atenção foi o pano de fundo social, mais evidente nos livros do que na série de TV. A autora evita ser panfletária a respeito do tema mas ele tá ali pra quem quiser ver o posicionamento dela contra o preconceito e a intolerância, e a favor da independência feminina, do livre arbítrio, da convivência e da aceitação das diferenças. Se considerarmos que a trama se passa na região sulista conhecida como Bible Belt [Cinturão Bíblico], então, o tom sobe ainda mais um pouco.

Esse é o grande dom da Sookie Stackhouse, a protagonista que não prejulga as pessoas. Eu gostei muito do fato de que, ao contrário de outras protagonistas deste gênero, ela não se apaixona pelo vampiro por causa da sua aparência ou pelo fato justamente dele ser um vampiro ou, ainda, porque ele compreende a sua alma [blé] – em suma, por não ser uma fangbanger! Sookie é prática e julga as pessoas [e os seres não-humanos] pela sua individualidade, não importa a raça, religião, sexualidade, direção política ou sorvete preferido.

Pensei bastante nela quando li a notícia de que o dublador brasileiro costumeiro da voz do Sean Penn se recusou a fazer a dublagem de Milk, o filme que conta a história do ativista político gay Harvey Milk porque não quer ter sua imagem [ou, neste caso, sua voz] vinculada a um personagem homossexual. O dublador é também um pastor evangélico – pensou no pessoal da Fellowship of the Sun? Eu também. Pode publicar quantas justificativas quiser, a impressão já ficou gravada.

Outra notícia que me fez pensar na questão da intolerância falava sobre a reação de alguns pais à presença de uma apresentadora de programas infantis deficiente física, na Inglaterra. A faixa etário do público-alvo da apresentadora Cerrie Burnell é de cinco anos de idade, e alguns pais escreveram para a BBC questionando a presença dela na tela, temendo que seus filhos ficassem assustados.

Assustada fiquei eu.

A pergunta-chave aqui não é  “o que a TV mostra pros meus filhos” e, sim, “o que eu estou ensinando aos meus filhos?” A ter medo do que é diferente? A odiar o que não conheço? A esconder e a fingir, mentir que não existe?

Medo, muito medo. Tou pensando na Arlene Fowler, é.

Blog legal
Assim Como Você, do jornalista Jairo Marques

————–

Terminei de ler os contos do universo Southern Vampires, iei! [Senquis, frô!] Só falta o Gift Wrap, publicado na coletânea Wolfsbane and Mistletoe; se alguém tiver e enviar pra mim fico muito agraecida 🙂

“Fairy Dust” in Powers of Detection (outubro 2004)
Pré-Dead as a Doornail, introduz o personagem Claude, irmão de Claudine. Sookie investiga. Dos personagens regulares apenas Sookie, Claudine e Sam aparecem.

Dancers in the Dark (novella) in Night’s Edge (Harlequin Enterprises) (outubro 2004)
Pré-All Together Dead, introduz os personagens Rue e Sean [os dançarinos do baile da rainha] mas a sua leitura [ou a falta dela] não afeta a compreensão do livro. É como se fosse um spin-off. Nenhum dos personagens regulares aparece.

“One Word Answer” in Bite (2005)
Pré-Definitely Dead, introduz Waldo, Mr. Cataliades e a Rainha Sophie-Anne Leclerq. Personagens regulares: Sookie, Bill e El… Bubba.

“Tacky” in My Big, Fat Supernatural Wedding (2006)
Sem conexão com nenhum livro, nem aparição de personagens regulares. Spin-off de All Together Dead com a personagem Dahlia. Vale pela mitologia e pela diversão. Oh, e eu quero o Todd.

“Dracula Night” in Many Bloody Returns (setembro 2007)
Sem conexão com livros da série regular, mas tem todo mundo! Sookie, Eric, Bill, Pam, Clancy, Sam e um convidado especial. 😉

“Gift Wrap” in Wolfsbane and Mistletoe (outubro 2008]
Eu quero, eu quero, eu queeero.

“Lucky” in Unusual Suspects (dezembro 2008]
Pós-From Dead to Worse, Sookie investiga. Personagens regulares: Sookie, Bill, Amelia Broadway, Bob e Greg Aubert [o corretor de seguros da Sookie].

Alas! Terei que reler todos os livros agora, para compor o painel completo.

Anúncios

25 comentários sobre “Ainda Southern Vampires / True Blood

  1. oieee!!! gostou neh?!?!?
    pequena correção…a Dahlia do conto Tacky, aparece no All Together Dead como uma das juízas do julgamento da Summit. O que o Bill também é juiz.
    Eu tb quero o gift wrap!!!!!
    O One Word Answer é legal dizer que é bem importante ler antes do Definitely Dead pq conta como a Hadley morreu. O livro fica meio sem contexto se vc não ler, pelo menos eu senti isso qnd eu li sem ter lido o conto antes.
    Essa Charlaine…sempre tornando a nossa vida mais rica.

    ahh..eu quero o Sean!!!

    • nó, eu li um atrás do outro batidão, fui dormir era 3h da manhã 😆

      mil agradecimentos, again!

      tb adorei o dancers in the dark, mas achei supertriste, sabendo o que soube lá no seu blog sobre o que aconteceu com a charlaine. 😦

    • Concordo sobre a necessidade de ler os contos. Quando comecei a ler Definitely Dead, pensei que tinha pulado um livro inteiro. A mesma coisa quando vi falar a primeira vez sobre o Claude. Sem essas leituras, você deixa de conhecer personagens e acontecimentos fundamentais, como a morte da Hadley e a primeira visita de Sophie-Annne a Sookie.

      Preciso desses contos urgentemente. E preciso de Dead and Gone mais ainda. Temo pelo futuro do Bill e espero que esse livro alivie meu sofrimento…

      • Concordo que os contos são importantes, acho interessante esta maneira que Charlaine Harris insere na saga novos e importantes conteúdos.
        Esse último (gift wrap), está entre o oitavo e nono livros não é? Se não me engano o oitavo situa-se no final do mês de outubro e o nono, de acordo com o primeiro capítulo disponibilizado, inicia-se dois meses e meio depois, ou seja janeiro.
        Torço pelo Bill também –

  2. Opa!
    Adorei a listagem, lá vou eu colocar mais vampiros na minha ‘to read’ list rssss

    Beijos

    Ah, sim… coisa séria, claro. Fiquei pasma tanto com a notícia do dublador do Sean Penn (que para mim, já estava na listinha dos ‘ex’) quanto da apresentadora Inglesa.

    Medo desse povo.

  3. O problema do dublador é q ele acha que tem talento para aviadar, mas não quer q ninguém saiba… rsrs

    Falando sério: o engraçado é que, geralmente, o Sean Penn faz o papel de bad boy. Então, nos seus filmes, ele já matou, já roubou, já fez séquiço ‘ilícito’. Mas, tudo bem, essas coisas não contam. Pecado mesmo só é ser viado…

    Eita gentinha hipócrita e homofóbica…

  4. tava vendo true blood mais amado marido, o episódio da morte da vovó, quando a Sookie corre de camisola branca pelo meidomato, sabe? entáo, eu virei para amado marido e disse ~mas isso parece um clipe da bonnie tyler! – pronto, cabou todo o clima do episódio e só de lembrar eu tou rindo de novo.

    ah, e quanto ao dublador, na minha terra, falta de profissionalismo abre vaga para quem é profissional, num sabe? creio que este senhor irá, brevemente, se dedicar apenas ao nincho de dublagens de desenho animado com temas religiosos e deixar o mercado de filmes do sean penn para quem for mais profissa.

  5. Depois que eu li aqui sobre a série “Southern Vampires” (04.01.2009), baixei os 08 livros e li em 09 dias, quase um por dia. Bota vício nisso. Eu dormia de madrugada até terminar o livro, só pra saber o que o Eric iria aprontar (eu ria demais, e também tinha que reler alguns trechos). Dei um tempo para refrescar as idéias e só hoje comecei a leitura dos contos.

  6. Pingback: E se? « Batata Transgênica

  7. Pingback: Top Vampiros Favoritos « Batata Transgênica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s