Law & Order: UK

Law & Order: UK

Law & Order: UK

Para quem é fã das histórias de detetive mais clássicas – especificamente Agatha Cristie e Sir Arthur Conan Doyle – assistir a Law & Order: UK é quase obrigatório. A série inglesa é derivada da franquia norte-americana e segue o mesmo esquema: na primeira metade a polícia investiga, na segunda os advogados da Coroa acusam. As historias são as mesmas do Law & Order original adaptadas para a realidade inglesa; no epguides tem a relação entre os episódios britânicos e os norte-americanos.

Muita coisa mudou no sistema policial e judiciário inglês desda época em que os criadores de Hercule Poirot e Sherlock Holmes eram vivos, mas outras continuam as mesmas. Do que mudou, por exemplo, tem o CCTV ou Closed-Circuit Television, o sistema de circuito fechado de TV que monitora as ruas de Londres e que foi alvo de debates entre os defensores da segurança pública versus os defensores do direito à da privacidade. Nos três episódios que vi até agora, os detetives usaram as imagens do CCTV para identificar suspeitos ou corroborar/derrubar álibis.

Do que não mudou tem o uso de toga e peruca na corte. Eu estava acostumada a ver isso em filmes antigos como Testemunha da Acusação, então nem foi um choque tão grande… embora ainda seja um pouco engraçado, mesmo assim. Antes do século 17, juízes e advogados apenas eram obrigados a usar a barba e o cabelo curtos, por disciplina profissional. O Rei Charles 2º foi quem introduziu a moda das perucas na sociedade, durante seu reinado entre 1660 e 1685. A partir dos anos 1680, as perucas eram parte tão importante do código de vestimenta social que passaram a ser permitidas na corte de justiça.

O uso de perucas saiu da moda durante o reinado do Rei George 3º, entre 1760 e 1820, mas aí já estava arraigado como parte do uniforme inclusive entre os membros da Igreja. Os bispos receberam a permissão do rei para abandonar as perucas em 1830, mas esta permissão não se estendeu a outros oficiais, que são liberados para retirá-las apenas em caso de ondas de calor extremo. Algumas vezes as perucas são substituídas por turbantes, quando o caso julgado envolve questões religiosas.

A série

Por enquanto tou gostando. Não vi as temporadas anteriores da original, então tudo é novo pra mim. Só de vez em quando que me embanano com as siglas [eles usam um bocado de siglas]. Quando me lembro, procuro depois na Internet. Eu gosto bastante do fato de que são histórias de detetive mais do que de policial, ou seja, usam mais as células cinzentas do que uma pistola – aliás, são poucos policiais que têm autorização para usar uma arma na Inglaterra, e mesmo assim eles a carregam numa caixa fechada que fica trancada no carro.

Quando um policial é obrigado a disparar um tiro tem que preencher um formulário pra justificar a necessidade de usar a arma – isso explica por que em Eleventh Hour a Agente Young [Ashley Jensen] do Special Branch ficou tão irritada depois de atirar num carro, no ep Ressurrection.

A série inglesa tem aquele *tump* sonoro que marca a mudança entre as cenas, mas o tema musical da abertura não é o mesmo do Mike Post usado nas versões norte-americanas. Na versão UK é “I’m not driving anymore”, de Rob Dougan. Não cheguei a desgostar, mas gosto muito mais da do Mike Post.


Link http://www.youtube.com/watch?v=ft92z0YOH-8

Algumas siglas usadas em Law & Order: UK
DI: Detective Inspector
DS: Detective Sargent
CID: Criminal Investigation Department
CCTV: Closed-Circuit Television
CPS: Crown Prosecution Service

Sites interessantes
100 Questions Answered To Learn English – seção Law and Order
Criminal Investigation Department [CID] – entrada no Wikipedia
Features – A guide to the UK Legal System
Which route: barristers or solicitors? – The Times
Metropolitan Police – cuida da Grande Londres
City of London Police – cuida da City, o centro histórico comercial de Londres.
Who’s Who in Law & Order: UK


Link http://www.youtube.com/watch?v=VS9oNBJEtNU

Anúncios

7 comentários sobre “Law & Order: UK

  1. OMG, vale a pena só para ver o Jamie Bamber com o cabelo decente de novo ^_^. Em contrapartida, tem a chata da Freema Agyeman (não,ela não é chata, é super simpática, tadinha, mas odeio ela atuando).
    Eu não arrisquei assistir pq todas as minhas tentativas com Lei e Ordem original (ou suas versões) foram frustradas. Me irrita a atitude dos detetives e depois dos juristas. Fico sempre querendo matar alguém da lei durante o episódio e isso me tira do sério.
    Mas depois de ver a abertura…aaahhh…o Jamie Bamber está tão lindinho….acho que vou baixar (se minha internet cooperar, pq ela está muito leeeeeenta).

  2. Ouh my GOD! Tem Jamie Bamber, eu não sabia!!! Ele é Top Fazível EVER! Eu que sempre fui fã de L&O, tô dentríssimo.
    Sempre achei as séries inglesas mais bem montadas/contadas e com menos atores canastra. UK rules, seu sempre disse isso. Desde os tempos de “Wire in the blood”, “Silent witness” e depois, “Prime Suspect” e “Life on Mars” – e agora com “Eleventh Hour”. Algumas nem aportaram por aqui, como “The knock”. “Murder in mind” e “Murder City”. Outras passam naqueles horários/canais tão fora de tudo que ninguém vê – como “Footballer’s wives” (que não é policial).
    Tô baixando tudo.

  3. Sou reacionária.
    É que não gosto que mudem o original.
    Lei e Ordem depois de a ter visto no original, é estranha…
    Bom para os que curtem comparações!

    Ando assuntando…
    Como será o meu mês de abril com relação a filmes?
    Tô migrando, sem querer para as novelas!
    Uia!
    E DVDs.
    😉

  4. Oie… eu estou fazendo a tradução para dublagem dos episódios da primeira temporada. Também fico doida com a quantidade de sigla e o pior é que em português eu não posso usar siglas então muda muita coisa, senão fica difícil do dublador falar “circuito de câmeras” quando os policiais falam CCTV e eles falam muuuuuito rápido. Rs.

    Bom, mas queria saber se a série passa em algum canal de TV a cabo aqui no Brasil… seria bom dar uma olhada no que o tradutor que fez as legendas usou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s