Takuwan

Gotôso!

Gotôso!

A LuMa comentou sobre tsukemonos em seu blog Grãos de Areia [e atiçando Jurema pelo caminho] – especificamente sobre o takuan ou takuwan, um picles feito com nabo. Cruel!

Faltam umas semanas ainda até eu poder comer isso por aqui, a não ser que apareça uma invernada inesperada. Explico: aqui em casa só dá pra comer takuwan no frio, à noite, com a casa inteira fechada. O trem fede. Nas palavras da própria LuMa:

O Gianluca foi barrado e teve que explicar a longo, pro oficial do aeroporto, o que era “takuan”, o tsukemono de nabo. Mesmo assim, ele continua contrabandeando a minha porção, já que minhas malas estão sempre abarrotados deles! [LuMa]

Aí a pessoa pergunta: por que que cêis comem isso então?

Porque, pequeno gafanhoto, o sabor é surpreendentemente delicado para um negócio com cheiro tão forte. Definitivamente delicioso, e razoavelmente caro também, já que o verdadeiro demora alguns meses até ficar pronto.

Outra conserva que só dá pra comer no frio é o laquiô [Rakkyozuke], cebolinhas em conserva. Não aquelas redondinhas e branquinhas espanholas, o laquiô é comprido e perolado. Em Pedra Lascada tinha um ótimo, feito na Fundação.

O problema era que não vendiam a produção, ia tudo para presentear os visitantes ilustres [um único pote para cada visitante ilustre]. Acho que, durante todo o tempo que moramos aqui, conseguimos meia dúzia de vidros no máximo, surrupiados de gaijin que não curte curtido. O melhor laquiô que já provei.

O da minha mãe chega perto. O duro é convencê-la a fazer.

V. receita de takuwan no blog Peixe Cru

Anúncios

5 comentários sobre “Takuwan

  1. Querida Bata (intimidade…) nunca sei o que è pior: o cheirinho de takuan que faz a gente fingir que “nao fui eu, nao sei de nada” ou o queijo Gorgonzola de “gente, ainda nem tirei o sapato!”

    Dizem os italianos que, qto mais fedidinho, mais gostosa è a iguaria! Qto mais fermentadinho, maturado e temperado por bacilos, mais gostoso è. Vc nem imagine qto takuan contrabandeei na minha bolsa, sacola, malinha de mao, malonas e mochilas!

    Ah, a senhora idosa, amiga da minha mae curte o lakyo com umas gotinhas de pinga, pra dar aquele toque de tropicalidade. E nao è que fica bao mesmo!? Beijos e grazie!

  2. Pingback: Raisu karê « Batata Transgênica

  3. sou do interior do estado de sp meu pai sempre trabalhou para japoneses
    então por isso eu adoro takuwan estou morando em santos e não consigo encontrar aqui eu adoro isso fede mas é muito bom de mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s