5 livros que terminei recentemente

Os cinco livros que li por último, do mais fresco para trás e com comentários breves, brevíssimos:

1. Superdicas Para Um Trabalho de Conclusão de Curso Nota 10, de Rachel Polito
Genérico demais, alguém indica um não muito caro e mais aprofundado?

2. minúsculos assassinatos e alguns copos de leite, de Fal Azevedo
*limpando a garganta embargada* não bastasse ser um livro impossível de largar [terminei às quatro da manhã, dia de semana], traz um círculo de amor infinito [redundância semântica perdoável devido ao estado emocional da criatura, releve]. agradeço a papai do céu por colocar na minha vida pessoas como a fal, que escreve as dedicatórias mais quebra-joelho, a adrina e a suzana, cês sabem o motivo. 😉

PS: O meu exemplar autografado eu não empresto!

3. Jane Eyre, Charlotte Brontë
A versão em inglês editada em 2006 pela Penguin Classics lotada de notas e referências [essa aqui, na Amazon]; pra reler muitas vezes, só tenho que reforçar a capa mole.

4. O Caçador de Pipas, Khaled Hosseini
Uma surpresa agradável, não sei por quê eu tinha a impressão de que era um livro de auto-ajuda disfarçado. Foi presente de Natal para Dona Mãe, junto com o número cinco.

5. As Belas Coisas, Que É Do Céu Contê-las, de Dinaw Mengestu
Gostei deste mais ainda do que do anterior, ao contrário de Dona Mãe que não gostou. A narrativa não é linear e ela reclama que “ele não chega a lugar nenhum”. Quer dizer que posso pegar pra mim?

Amanhã: os próximos cinco livros que estão na fila p’eu ler, caus que quando as coisa aperta a gente vamos de lista.

Anúncios

11 comentários sobre “5 livros que terminei recentemente

  1. Sua lista está muito mais útil que a minha. Meu últimos cinco livros (inúteis):
    (também da ordem do último lido para o primeiro)

    – Gossip Girl, As Delícias da Fofoca (da Cecily Von Ziegesar).
    Não é bem escrito, é muito teen, e os diálos são sofríveis. Mas comecei a ler o próximo, apesar de todos os pesares.

    – Nightwatch (Sergei Lukyanenko).
    Esse eu gostei. É um livro russo, primeiro de uma série, e ele contempla três histórias distintas, mas que levam o personagem para um mesmo objetivo. Li em inglês e achei bem legal. É diferente e caí na infelicidade de assistir o filme baseado no livro logo depois de ler. Acho que foi o pior filme que assisti na vida. Blergh.

    – The Host (Stephenie Meyer).
    Eu gosto de como ela escreve, e gosto muito mais de como a história se desenvolve nesse livro, do que na série Crepúsculo. E não tem como não se apaixonar pelos personagens.

    – O Último Templário (Raymond Khoury).
    Já comentei ele aqui. É bem melhor que o filme, apesar de perder um pouco o ritmo da metade para o final e do autor ter sido muito preguiçoso e medroso no seu desfecho.

    – Acheron (Sherrilyn Kenyon).
    A primeira parte é fenomenal. A segunda eu não gostei tanto, mas principalmente porque eu tenho uma visão muito particular do personagem e não gostei do rumo que a autora deu para ele. Mas acho que os fãs da série Dark Hunter gostaram…

    Eu realmente deveria parar de ler esses livros descartáveis e começar a me preocupar com coisas mais engrandecedoras.

  2. Ah, Naomi, que invejinha, viu…

    Depois da ‘saga’ estou com três livros abertos na cabeçeira, os três com marcadores fofíssimos, só olhando para mim. :s

    Ai, ai… um dia eu chego lá!

    Ando sumida dos comentários, mas leio sempre os posts, viu?

    Beijos

  3. Não consigo me lembrar certinho, muito menos na ordem, mas vá lá.

    O vinho mais caro da história, Benjamin Wallace. (Terminando) Muito legal, mas muito mesmo. Descreve como o dinheiro e a empáfia podem fazer de grandes “experts” um idiotas. Um dos meus temas preferidos atualmente (vinhos).

    Uma breve história do mundo, Geoffrey Blainey. É um bom livro, mas acho que criei muita expectativa.

    Vale Tudo, Tim Maia. SEN-SA-CI-O-NAL.

    O mundo é mágico (Calvin e Haroldo), Bill Waterson. Sem comentários.

    Minúsculos Assassinatos e Alguns Copos de Leite, Fal Azevedo. Um dos livros mais tocantes de toda a minha vida. E o meu é autografado!

    Tem uns 5 ou 6 na fila, o próximo é o H. Potter que ganhei de Tia Batata. 😉

    Aliás, sem rasgação de seda, nós é que humildemente devíamos agradecer de joelhos pela sua existência, viu, garota? Você me instiga a ler mais, a conhecer mais, a ser mais questinadora.

    :*

  4. Mica, vai lá no Drops da Fal, link aí do lado.
    Uma pessoa adorável!
    E, olha, que só a conheço do Drops e de troca de e-mails.

    Naomi, eu gostei do Caçador de Pipas.
    Mas, não fiquei fã do autor!
    Aliás, os livros que contam as es-histórias dos povos do oriente médio me dão aflição…
    Juro!

  5. Pingback: Livros que você não consegue largar « Batata Transgênica

  6. Pingback: Top5 livros lidos em 2009 [e o Bottom3 também] « Batata Transgênica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s