Patrulhamento

Vampiros existem.

Não tou falando daqueles que brilham ao sol, nem dos que se alimentam de sangue, nem de nenhum dos dez tipos mais interessantes de vampiros que o Henderson pesquisou no Depokafé [link].

Nos livros da série Harry Potter eles são os dementadores.

Os dementadores se alimentam da felicidade humana e, portanto provocam depressão e desespero em qualquer um que esteja próximo deles. [Potterish]

O melhor feitiço contra este ser das trevas é resgatar a memória, a lembrança de vida mais feliz da pessoa, porque eles não suportam a felicidade alheia.

Estava pensando nisso ao assistir ao novo comercial das Havaianas, aquele com o Marcos Palmeira e o grupo Samba na Veia batucando num bar. Do nada, irrompe uma dementadora irritada com a alegria deles a bradar que existe um crise mundial e que eles deveriam estar preocupados com isso em vez de ficar cantando.



Link http://www.youtube.com/watch?v=XFPq7MmfR5Q

Por um instante ela conseguiu sugar toda a animação do grupo, mas logo um deles resgatou uma lembrança alegre e ela foi afastada, talvez para assombrar outra pessoa.

Tá, falei de livros e TV, mas esse tipo de gente existe, às vezes mais perto do que a gente imagina porque não é tão fácil identificá-los na vida real. Ás vezes acontece de o dementador disfarçar sua natureza pretendendo ter boas intenções. Lembro de uma pessoa com quem perdi contato duas vezes [a segunda de propósito]. Quando a reencontrei da primeira vez trabalhava em Portugal, estava casado, e perguntei se estava feliz. Respondeu-me que “como poderia, com essa situação no Timor Leste?”.

Se eu perguntasse hoje em dia, certamente estaria tão absorvido com a situação no Irã que isso nublaria tudo o mais à sua volta. Deve ser meio exaustivo viver assim…

Haja chocolate pra quem convive com dementadores.

Se bem que, provavelmente, o dementador criticará quem come chocolate porque não é saudável. 😆

Anúncios

17 comentários sobre “Patrulhamento

  1. Esse tipo de vampiro infelizmente existe de montão por aí… prefiro que eles fiquem com seu mau humor, e eu com meu chocolate… (nham)

    Pra conviver com essas figuras, temos de criar um ‘escudo invisível’ de bom humor, tipo bate e volta. Xô vampiro!

    Beijos!

  2. “Mas me explica: por que colocar na TV fazendo papel de palhaça o tipo de moça que nunca aparece na TV? Por que não colocar uma das gostosonas? Ué, por que não colocar um homem de terno e gravata proferindo exatamente o mesmo discurso? Não pode colocar um executivo porque, quando o grupinho canta “Tristeza”, não está mandando embora a crise, mas a mulher chata. Tristeza, substantivo feminino. ”

    http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2009/04/comercial-da-havaianas-da-chinelada-nas.html

  3. Olá!

    Conheci seu blog através da Patrícia Daltro e estou aqui comentando.

    Claro que Vampiros existem, eu crio dois como filhos e um como marido,hahaha.

    Verdade, verdadeira, família adora sugar tudo da gente, dinheiro, tempo, paciência, são sugadores naturais. A gente ama, e ama muito, mas que são vampiros, são! bjs

  4. Como vc advinhou o meu estado de vampirismo , de agorinha mesmo???

    Qdo o vampirismo me bate à porta, começo a pensar em comida gostosa, nos tempos em que eu recebia algum “psiu” na rua, nas musiquinhas da adolescência ou num gato da faculdade – a esta hora um senhor de segunda idade – que um dia me deu bola. E aí, qdo penso que esse senhor poderia se parecer hoje com um Clive Owen ou um Benicio Del Toro, o vampirismo some. Some mesmo! Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s