Ajuda dos universitários

Nestes últimos meses venho fazendo resumo e interpretação de textos para uma universitária que pegou DP em duas matérias, da mesma professora. Esta é a segunda faculdade que ela faz, mas enfrenta dificuldade na compreensão dos textos dados nas aulas – jogados sem explicação, na verdade.

Eu entendo a dificuldade dela porque são textos cacetes de ler – não são difíceis, e sim chatos até a morte, pedantes, em linguagem acadêmica e com inversão na ordem das frases. Minha função é traduzir aquilo em “linguagem de gente”, como ela diz. Mesmo assim, ela continuou com dificuldade pra entender as ideias centrais e objetivos do texto, então além do resumo interpretativo eu passei a dar aula oral. Ela começou a compreender a matéria, mas aí surgiu um efeito que eu não havia previsto: ela não entendia o enunciado nas provas.

A partir de um determinado ponto, percebi que todos os textos apresentados pela fessorinha levavam pelo mesmo caminho: a exclusão social é culpa do governo neoliberal, só o Estado de esquerda se preocupa com o social, a cidadania tem que ser dada pelo Estado e coisas nessa linha neopopulista.

Expliquei isso à moça e sugeri que elaborasse as respostas tendo a posição política da profa em mente, usando isso a seu favor mesmo que ela não concordasse com nada – e ela é profissional do serviço público de saúde, conhece esse negócio de exclusão social na prática.

A última prova foi há 3 semanas e ontem ela me ligou para contar o que aconteceu: não entendeu nenhuma pergunta, mas respondeu qualquer coisa usando a minha dica e fechou a nota.

É, é a mesma profa desse post aqui, só mudou a aluna.

Anúncios

16 comentários sobre “Ajuda dos universitários

  1. Naomi, se não for perguntar demais…o que vc faz da vida? Eu fico lendo teus posts e tentando imaginar o que você faz pelo que você escreve, mas descobri que falhei miseravelmente na minha tentativa de adivinhar. Se importa de me dar uma luz?

      • Naomi, que trabalho danado de bom.
        O que dá condição e o que soma!

        Quando comecei a ler o post lembrei de um assessor, que me ajudou a montar um dossiê. Eu escrevia, mas, tinha que ler, interpretando. Mais ou menos como se ele tivesse facilidade de entender escutando ao invés de só lendo…
        Achei que fosse algo assim…
        Adorei o entendimento e desfecho!
        😉

      • Cassia, é esse anfalbetismo funcional que mata, e a tal da progressão continuada só piora o quadro 😦

        pela idade da moça, imagino que esla estudou português e literatura com a mesma profa que eu quando cheguei aqui, o qu explica montes: em 1 ano e meio que estudei em pedra lascada no colegial, nunca tive uma única aula de redação ou interpretação de texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s