Domingueiras

Na novela Paraíso, a beata D. Mariana parou de clamar por Nosso Senhor Jesus Cristo Amém e passou a invocar Deus Todo Poderoso Amém.

Nada não, apenas botei reparo.

Neste ano não tem desfile cívico nas ruas de Marília nem de Pedra Lascada por causa da gripe suína.

Mas teve show de axezeira famosa em recinto fechado na semana passada, escolha de rainha da festa do peão em recinto fechado sem ventilação no início de agosto e terá a festa do peão em si, daqui a duas semanas.

Coerência mandou lembranças.

Na minha época *cof* éramos obrigados a fazer traços diagonais em verde e amarelo nas páginas do caderno durante a Semana da Independência.

Também tinha os bochechos com flúor, toda quarta-feira.

Mas, né, eu cresci na época da ditadura, abanando bandeirinha de cartolina e  cantando “eu te amo meu Brasil eu te amo meu coração é verde amarelo branco azul anil” enquanto os militares marchavam.

A propósito, na minha época se usava anil pra enxaguar roupa branca, então pelo menos eu sabia o que era.

No seu dia-a-dia, nas conversas no corredor do escritório, com o porteiro, durante a cerveja, enfim: você diz “gripe A H1N1”, “gripe A”, “influenza A”, “essa tal de gripe nova” ou “gripe suína”?

Uia! Ainda anturdia matutava que gostaria de rever TiTiTi e agora me contam que vão soltar um remake da novela, com o Cássio Gabus Mendes no lugar do tio. Se ele baixar a interpretação estridente ficará legal.

Tou adorando o Reginaldo Faria em Paraíso, tou adorando. Chego a perder o fôlego de rir do Sêo Lotéro que ele criou. Me faz lembrar do Jacque Leclerc de TiTiTi também…

Num dos programas Via Brasil desta semana [GloboNews] mostraram as opções gastronômicas de Gramado/RS. No meio das imagens, um turista encharcava sua fatia de pizza com catchup.

Eu também não curto comida cozida demais, Adrina.

Esqueci de comentar no último post de True Blood: Lettie Mae ebil! Atirando em gatinhos! EBIL woman!

Os bárbaros, eles estão em todos os lugares.

As pilhas do radinho de pia duraram 19 meses. Razoável: o radinho é ligado apenas uma hora por dia, de segunda a sexta-feira – isso quando a gente lembra de ligar.

Ah, e é radinho de pia mesmo: ele fica na pia da cozinha.

Passei a seguir o @BBCHistoryMag no Twitter; é outro exterminador de produtividade. Eis três dos artigos indicados por ele que eu li nesta semana:

. A verdade por trás de The Tudors [link] – as diferenças entre a realidade histórica e como foi abordado pela série de TV;

. É hora de explodir o mito de que todas as crianças evacuadas da Blitz foram bem tratadas [link] – crianças foram levadas para longe de casa e da família na Inglaterra, durante a Segunda Guerra Mundial, e algumas sobreviventes agora contam o que enfrentaram;

. As lições das receitas dos tempos de guerra [link] – como as donas de casa enfrentaram o racionamento durante a mesma Guerra.

Os dois últimos artigos me fizeram lembrar de The Mousetrap / Três Ratos Cegos da tia Agatha Christie.

Já a @BBCMusiMag comenta que companhias aéreas como a British Airways proíbem músicos de transportarem seus violoncelos junto a si, sob o argumento de que suas cordas podem ser usadas para estrangular alguém.  Tubas  também são proibidas [alá, Mr. Deeds] mas clarinetas estão na lista de instrumentos musicais seguros. Uma violoncelista resolveu o problema ao  batizar o violoncelo e comprar-lhe uma passagem aérea. O pior é que, a partir daí, ele passou a receber propaganda não-solicitada…

Programa que eu gosto de assistir: História à la carte.

Aprendi num episódio de Cold Case: no pôquer, a combinação ás + rei [ace + king ou AK] é chamada de Anna Kournikova porque parece bonita, mas não ganha nada.

Aprendi no livro Tentativas, Atentados E Assassinatos Que Estremeceram O Mundo, do Stephen J. Spignesi, que a combinação de dois pares de ases e oitos é chamada de A Mão do Morto porque era o que Wild Billy Hickock segurava quando foi assassinado com um tiro nas costas. E Wild Billy só pôde ser assassinado pelas costas porque não resistia a uma partida de pôquer.

Aprendi nesse glossário de termos de pôquer, em português de Portugal, que uma sequência de cartas do 5 ao 9 é chamada de Dolly Parton. A canção do filme Como Eliminar Seu Chefe [Nine to Five], cê sabe. E uma mão com quatro rainhas é Village People.

Lóvo!

Se você é mulher, tenista profissional, não interessa que seja a Número 1 do mundo: em Wimbledon você só joga na quadra central se for bonita.

A Suzana achou o vídeo do comercial dos postos BR com o frentista cadeirante [senquiu!]. Cê viu?

Link http://www.youtube.com/watch?v=4Rz1K27QFgg

Eu cantarolo essa musiquinha faz tempo, é pop grudenta. Porém, apenas recentemente descobri que é da tal Lady GaGa e que o videoclipe oficial é o famoso com participação do Alexander Skarsgard [o Eric Northman, nosso amado Vampiro Viking] a concorrer no VMA da MTV. Em minha defesa, digo que não tem MTV na minha TV, meritíssimo.

Link http://www.youtube.com/watch?v=QQJ9Vi8GLok

Anúncios

14 comentários sobre “Domingueiras

  1. TiTiTi foi A novela, hein? Eu amava a abertura. E queria ser estilista quando crescesse. Desenhava modelitos, inclusive, um mais BUNITO que o outro: muito lamê, muito tafetá, muito drapeado. Ah, os anos 80, cafonéia desvairada.

    Na minha escola num tinha bochecho com flúor (não sei se isso era com as públicas e particulares, ou só públicas…e não sei também de que ano vc é, derrepentemente num tinha mais quando eu ia pra escola. Mas dos traços verde-e-amarelo eu lembro muito bem.

  2. Cof, cof, cof…. Eu tbém tenho uma fotinha ainda, de qdo desfilei com uma bandeira 4 vezes maior que eu. E atrás de mim, uma fileira de garotas pom-pom, saltando e equilibrando bastão…Tinha foto do presidente Médici até na sala de aula! Sim, eu lembro do dadinho de anil, que vinha embrulhadinho no papel, rs. Agora fiquei curiosa se ainda existe ou não. Vou dar uma googada por aí!

  3. O batom Boka Loka era da época do TiTiTi? Era hit na escola o batonzinho. As listras verde-amarelas no caderno, meu Deus, como pude esquecer…
    Ah, eu só consigo assistir Paraíso aos sábados. E finalmente o Terêncio teve uma cena feliz… (E a Vanessa Giácomo beeeeem q tirou uma casquinha…)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s