[LieToMe] A Perfect Score

Eu vivo num conto de fadas

Eu vivo num conto de fadas

Acompanhar a série Lie to Me tem sido bem educativo pra mim. Em parte pelo mesmo motivo que a Luma comentou no post do episódio piloto [aprender a mentir melhor], em parte porque passo a prestar mais atenção na atuação dos atores em outras obras.

A série baseou o personagem do Dr. Cal Lightman no Dr. Paul Ekman, que também é o consultor da série. Ekman iniciou seus estudos em microexpressões e linguagem corporal entre os anos 50-60 – muito tempo depois que Estranha Passageira [Now, Voyager, EUa/1942] foi filmado. O que tem a ver uma coisa ca outra?

É que no filme ca Bette Davis a atriz Gladys Cooper executa um ato que foi estudado nesse terceiro episódio: a automassagem nas mãos. Esse gesto indica que a pessoa tenta se convencer de que ela acredita naquilo que está dizendo.

Outro ganho de conhecimento é perceber melhor a capacidade do artista expressar emoções e sentimentos sem palavras ou gestuais óbvios, utilizando apenas um franzir de sobrancelhas, um sorriso assimétrico, etc. Bette Davis arrasava nesse quesito sem nem ao menos precisar desnudar um ombro.

A partir deste ponto há spoilers.

E aí Lie to Me traz outra questão relacionada a esse assunto: como identificar emoções e sentimentos na era do botox? Essa toxina usada para apagar os sinais da idade paralisa os músculos faciais, deixando a pessoa parecida com uma psico-sociopata fria incapaz de demonstrar sentimentos.

Num dos casos da noite, a filha colegial de uma juíza exigente e linha-dura é assassinada. Durante a investigação o Dr. Lightman fica intrigada com a inexpressividade facial da mãe e imediatamente conecta essa falta de expressão de dor que seria esperada ao caso [real] Susan Smith, a mulher que prendeu seus dois filhos pequenos no carro e empurrou-o dentro do lago em 1994 para prosseguir seu affair com um homem rico.

Iuc

Sim, tio Cal, eu devo ter feito a mesma cara de aversão na época.

Por sorte [minha, que me lembro dela], Lie to Me não é CSI e a inexpressividade da juíza era mesmo provocada por botox e não por psico-sociopatia.

Comentário nada a ver: na revista Mundo Estranho deste mês [#92] tem um artigo que lista os venenos mais venenosos do mundo. Em primeiro lugar está a toxina botulínica. Depois vem as toxinas tetânica, shiga, diftérica, a ricina, o sarin, a estricnina e só então o cianureto.

O segundo caso foi um piloto da NASA que deixou cair um novo modelo experimental de jato e não se lembra de nada. Os dois casos têm em comum familiares tão preocupados com o outro que tomam decisões à revelia desse outro com a velha desculpa de que foi tudo “para o seu próprio bem”.

Na parte dos relacionamentos internos, desta vez foi a filha do Dr. Lightman quem ganhou mais participação – de novo, mais para estabelecer a personalidade dele do que dela. E o Loker por enquanto só tem utilidade como coro grego.

O coro tinha várias funções no drama grego: é uma personagem da peça; fornece conselhos, exprime opiniões, coloca questões, e por vezes toma parte activa na acção. Ao coro competia também criticar valores de ordem social e moral e, por outro lado, tinha ainda o papel de espectador ideal ou voz da opinião pública [e-Dicionário de termos literários]

E por enquanto também ainda tou tentando entender qual é a da fixação oral da Dra. Gillian…

[Gillian ergue um objeto de madeira que parece uma colher.]

Gillian: O que é isto?
Cal: É uma katika. É esculpido à mão. Muito raro.
Gillian: Para quê eles usam? Sopa?
Cal: Apresentação genital. Se o homem estiver tentando impressionar a mulher ele se oferece sobre isso.

David Letterman expõe a tentativa de extorsão de que foi vítima por ter um caso extraconjugal com funcionária

Link http://www.youtube.com/watch?v=SriJ3WOZaXU

Posts relacionados
Now, Voyager / Estranha Passageira
Botulismo
[LieToMe] Pilot
[LieToMe] Moral Waiver

Anúncios

6 comentários sobre “[LieToMe] A Perfect Score

  1. Pronto! Já sei o que devo esconder da próxima vez. As mão. Essas mão aquí me denunciam sempre, e pra isso, nada melhor que tar sempre de blaser com bolsos. Com mais uns 10 ou 20 episódios, vou tar tão craque que vão pensar que sou botocada 🙂

    Pensando bem, – lendo o ranking de toxinas – a Agatha Christie era até boazinha com a indicação de venenos 🙂

    Bata fofinha, adorei a dica desse dicionário. É uma grande novidade pra mim. Vou dar uma estudada, que tô precisando. Valeu. Mesmo!

  2. Assisti meio que sem querer um programa no Futura sobre a verdade chamado “No Estranho Planeta dos Seres Audiovisuais”, pesquisei e descobri que é uma série de 16 capítulos (reprisando o 3º). Vários temas são abordados, desde as inscrições nas cavernas ,filmes em celular, animação 3D, enfim, tudo sobre as imagens. Vale a pena.

    HORÁRIOS:
    Quintas às 21:00
    Domingos às 18:30
    Segundas às 22:30

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s