Domingueiras

O que é esse botão novo, ‘proofread’, no painel do WordPress?

Oh, corretor ortográfico. Mas de que adianta, se é em inglês e considera errado tudo o que escrevo em português?

Com esse baita calorão, fui procurar imagens pro template natalino do PdUBT e me atraíam as que mostravam neve, muita neve.

Calma, não vou estrear agora. Talvez no domingo do Advento.

Calor que derrete a barra de manteiga durante a noite, mizifio. Senquisgóde ontem teve Baile do Hawaii em Pedra Lascada: sempre é garantia de chuva e frio.

Por outro lado, aproveitei que não dava mesmo pra dormir no forno e acabei Mundo Sem Fim do Ken Follett em quatro dias. É bem verdade que depois da página 800 passei a ler meio que na diagonal se era sobre o Ralph, mas as partes do Merthin, da Gwenda e da Caris li tudinho. Deu até torcicolo.

Por que vocês vivem perguntando se eu conheço o Hugh Laurie?

Por que vocês vivem perguntando se eu conheço o Hugh Laurie?

Nessa imagem até que parece, mas nunca vi muita semelhança entre o Mike Tomlin [coach do Pittsburgh Steelers] e o Omar Epps. Mas tem uma cena que passa nos intervalos das transmissões que eu acho linda, quando Tomlin acompanha um punt com os olhos e a expressão de seu rosto vai mudando de apreensivo para expectante para feliz. Maravilhoso.

O canal BandSports transmitirá os jogos de quinta-feira da NFL, iei! Ainda bem que eu já estava baixando House.

“Em Taiwan, um centro de caridade budista transforma garrafas plásticas em cobertores, que depois são doados a vítimas de desastres naturais em todo o mundo.” [BandNews, 05/10/09]

“O governo da Itália rejeitou uma condenação do Tribunal Europeu de Direitos Humanos, por exibir crucifixos nas escolas. ” [BandNews, 03/10/09]

Mas tem que ver o contexto, né, Luma?

Essa veio da @marselle: True Blood x Twilight x Vampire Diaries no site Television Without Pity. Eu não posso opinar. Hm, posso. Aquela imagem de divulgação de TrueBlood niqui o Beew abraça a Suckie por trás é tosca.

Como se dia “saia justa” em inglês? Como traduzir “deputy”? Como se pronuncia “House”? Tecla SAP.

Orgulho e Preconceito na versão de 1995 da BBC saiu em DVD no Brasil.

E eu ainda não consegui assistir às versões 2009 de Emma e de Wuthering Heights. SDS.

Dashiell Hammett: Hammett passou grande parte de sua vida num notório e apaixonado caso de amor com Lillian Hellman. Ambos bebedores contumazes, mantiveram um relacionamento conturbado por quase 30 anos. Certa noite, bêbado e discutindo com Lillian, Hammett pegou o cigarro que fumava e começou a apagá-lo esmagando-o na própria face. “O que está fazendo?”, gritou ela. Resposta de Hammett: “Impedindo-me de fazer isso com você.” [Guia de drinques dos grandes escritores americanos]

Deixaram folhetos de supermercado na caixa de correio de casa. Eu adoro folheto de supermercado. Um deles era temático, especial para o 15 de novembro [Proclamação da República] e propunha um “Brinde à República com os MENORES preços” [sic]. Na foto dois caras rodeando a churrasqueira e brindando com duas garrafas de cerveja. Os produtos anunciados no folheto? Cervejas Skol, Brahma e Antarctica.

Por sorte tem três Heineken e uma Petra Premium na geladeira.

Stephen Fry, luv you, xuxu. Mais até do que o Hugh Laurie.

Link http://www.youtube.com/watch?v=U8ko2nCk_hE

Now, now, onde será que eu acho um dicionário de termos chulos em inglês?
😉

EUA mantém bases militares no Japão desde a Segunda Guerra, cê sabe. Agora propõem um pacto para revisar o SOFA [Status of Forces Agreement], especialmente no que diz respeito aos crimes cometidos pelos norte-americanos contra cidadãos japoneses em território ocupado e aos crimes danos abientais cometido pelas forças armadas ianques contra o meio-ambiente nipônico.

A Guerra acabou em 1945.

Aquele sabonete-lixa de açaí da Natura é mesmo uma lixa! Cotovelos e joelhos ficaram tão lisinhos… Achei que seria como os esfoliantes de castanha ou pitanga, por exemplo, mas nem. E o cheirinho é tão fresco.

Falando sério agora: Daniel Castro publicou em seu blog que a teledramaturgia brasileira [eita] sofre com a falta de galãs na faixa entre 30 e 40 anos. Dando uma bizoiada rápida no elenco das novelas no ar atualmente, eu achava que a falta de galãs se estende para as faixas de 20-e-pouco aos sessentões.

Eu adoro o  Cássio de Caras e Bocas, entretanto.

Cara, há quantos anos eu procurava por essa música!

Link http://www.youtube.com/watch?v=cZj7CsKQnks

Um vídeo mais recente, mas não sei de quando [link].

FURIMUKEBA YOKOHAMA (MARCIA)

Yume no tsuzuki wa oshimai desu ka?
Subete hakushi ni kaeru no desu ka?
Moshimo kanau nara kono karada nagedashite
tsuite yukitai

Tojita mabuta ni anata ga utsuru
Wakarebanashi wo uchihasu you ni
Ase ga nijimu hodo mou ichido dakishimete
Eiga no you ni

Koi wa itsumo senaka awase
Oeba ou hodo te no hira kaesu

Furimukeba YOKOHAMA kuchibiru ga sabishii
Furimukeba YOKOHAMA oiteki bori ne

Minato hanareru gaikoku san wo
Hitori miokuru HOTERU no ROBII
Anata koko ni kite omoide wa iranai wa
Kanashisugiru wa

Meguri au wase no itazura nan de
Sore de owari ni shinai de hoshii
Soba ni iru dakede hanayaka na hito toki wo
Ikite yukeru wa

Mado wo tataku ame no shizuku
Tabun anata mo tabibito na no ne

Furimukeba YOKOHAMA anata shika mienai
Furimukeba YOKOHAMA hada ga koishii

Furimukeba YOKOHAMA kuchibiru ga sabishii
Furimukeba YOKOHAMA oiteki bori ne

Em 1986, o destaque foi Márcia Nishie, cantora de Mogi das Cruzes que conquistou o Grande Prêmio da Canção Japonesa no Brasil Gaikokujin Kayo Taisho e obteve o reconhecimento do maestro Inomata Kosho que se tornou o seu principal mestre no Japão (não só lhe deu aulas sobre canto, mas também fez diversas composições). Márcia gravou diversos discos chegando a apresentar-se, em 1991 no Kohaku Utagassen com a música “Furimukeba Yokohama”, ao lado do cantor Hashi Yukio, numa transmissão direta de São Paulo (naquele ano, esse tradicional evento musical de Ano Novo da NHK, além do show em Tokyo teve apresentações do exterior como Nova York, Alemanha e Coréia do Sul além do Brasil). Participou de programas de variedades de diversas emissoras e chegou a participar de uma novela que abordava sobre o mundo futebol e que teve algumas cenas gravadas no Brasil. No final de 1995 casou-se com o ator Otsuro Guitan que era justamente o protagonista dessa novela. [Fundação Japão]

Anúncios

18 comentários sobre “Domingueiras

  1. Gosto de toda linha Petra, e a minha preferida é a Weiss. Tem uma Weiss de Ribeirão Preto (Colorado Appia), com mel, que também é muito interessante.
    Fiz pedido ontem do sabonete de açaí; aguardando chegar para avaliar.
    Calorão aqui também se faz presente. Ontem estava particularmente desesperador, nem um ventinho para aliviar.
    Não acompanho novelas brasileiras desde que passei a estudar à noite, no início da faculdade (1997), então se você falar que tem um jacaré como galã no horário das 9 eu vou acreditar.
    Lu, pergunta: você fala/lê/escreve/compreende/whatever japonês?

    • Adrina, o Vini, enteado de meu irmão caçula, está estudando mandarim.
      A diversão dele é toda intelectual!
      Mandarim!
      E sabe como é a pronúncia de mandarim em mandarim?!
      Yan.
      O nome do filho da minha sobrinha, também da família desse meu irmão caçula.

      Já o japonês é sonoro.
      Bem diferente do quase cantarolar do mandarim.
      Que não entendo patavinas!
      Me sinto ouvindo música no meio dessa turma que conversa em japonês ou mandarim.
      Fico me perguntando como seria se eles tentassem nos ensinar…
      Seria divertido!

      Dona mãe não cantarolava na sua infância, Naomi?
      Quem sabe, em algum lugar na massa cinzenta haja memórias a serem descortinadas?!
      😉

  2. Batata, eu comprei a manteiga de açaí. Uma diliça, mas deve ser usada com moderação por questões financeiras: não rende e é caaaaaaara. Mas um cheirinho divino e suave pra essa alérgica aqui.

    Amay a comparação entre as vampiradas; deu vontade de continuar vendo o True Blood (vimos o primeiro DVD, D.C. decretou meio sem jeito que “é meio pra mulher, né?”, e paramos ali). E, ui. Espero que os outros livros sejam melhores, porque a série “Crepúsculo” é de doer no fundo das tripas de tão mal escrita. E, repito, Bella é um completo pé no saco.

    Beijo!

    • deh, vampire diaries só vi o primeiro ep e não li nenhum livro mas quem leu disse que é muito mal escrito.

      twilight vi o filme e abandonei o primeiro livro. do filme só me ficou a má impressão que tive da atriz principal.

      truwblood li todos os livros e contos e vi todos os episódios [a 1a temp duas vezes].

      quanto a ser pro público feminino aí já não sei mesmo, hehehehe.

  3. Ah, eu tbém a-do-ro folheto de supermercado, e fico marcando com xis cada promoção que vou comprar, tipo dona-de-casa profissional. No dia seguinte, vou lá, e compro tudo errado 😦 hehehe…

    Orgulho e Preconceito com aquele que ‘era pão’ Colin Firth, né. Assistí picadinho qdo podia, de trás pra frente, de lado pa trás. Sabe aquelas emissoras que nem reprisar sabem ou nàao respeitam o pèublico?

    Ah, essa do crucifixo… Eu tava com cosquinhas pra escrever sobre o assunto, mas havia tantos fóruns, blogs, debates em TV e artigos à respeito (com tanta gritaria de um lado a outro) que decidí ficar mudinha. O Tribunal europeu condenou a obrigatoriedade do crucifixo nas escolas públicas e não o ‘baniu’ do país, como os fanáticos saíram por aí gritando. O que doeu aos ouvidos é gente que atribuía o crucifixo à tradição cultural, e portanto, contrária à sua retirada. O fato é que tudo é distorcido segundo a conveniência. Desobrigar não é banir, caz…çarola…

    Ah, sobre a Marusha (Márcia) de Môdi, minha cidade-natal. Esse vídeo parece levemente defasadinho, né? A começar pela ombreira, ô mondiê, tadinha… Ví um vídeo beeeeemm mais recente dela, não me lembro donde, que ela canta em francês, por sinal música muito bonita.

  4. Se não tivesse passado 4 dias lendo Ken Follett, teria assistido Emma e Wuthering Heights ^_^.
    Acho que os livro do Ken Follett que eu mais amei foram Buraco da Agulha e A Chave de Rebecca. Mas não me pergunte do que se tratam, faz uns 15 anos que eu li e não lembro lhufas. Só lembro que nenhum dos que eu li depois se comparou em qualidade. E dos que ele fez na última década acho que não li nenhum.

      • Eu li Pilares da Terra. Achei meio entediante, mas vá lá. Mas lembro até hoje da cena da garota tomando banho e do cara olhando da janela do castelo e dizendo que tinha que aproveitar essa oportunidade, pois ela só voltaria a tomar banho daqui a um ano o.O

      • Pois é, quando eu leio essas histórias da idade média europeia eu nunca consigo deixar de lado o fato de que o povo não tomava banho. Tão diferente do povo oriental.
        aliás, li uma reportagem uma vista, interessantíssima, que falava que um dos motivos da Europa ter abolido o banho foi o catolicismo (com a história do pecado, o corpo não poder servir de objeto de desejo nem para si mesmo, etc e tal) e que aos poucos foi se tornando costume. Mas,em contraste, os países pagãos (o império otomano, os japoneses, e afins) sempre tiveram grande prazer no banho e na higiene pessoal.

        Mas voltando ao livro, essa cena ficou tão marcada na minha memória que eu posso esquecer a história inteira, mas essa cena não, hehehe.

  5. Adoro essa salada de frutas dominical!

    Bem verdade que com o calor chegando e o horário de verão, a ursa-coruja aqui tá repleta de atividades out.
    Final de semana off-line e sem televisão.
    Papo, muito papo – tem hora que é só abobrinha, aí todo mundo se espalha, para juntar de novo, em outro momento.
    São os amigos retornando de viagens.
    São os familiares celebrando aniversários.
    Haja novidade!

    Fofura, a dica é ótima, né?!
    Sugestão de um gentil capixaba, numa pousada onde estive hospedada.
    Quando ele me contou que já recebia hóspedes usando esse artifício, adotei na hora: no lugar da assinatura do cartão, o pedido para ver a identidade!
    Uau! Adoro essas coisas! E, um dia, lá um belo dia, a gente bem que dá valor!
    A ilha e seus arredores já é o que o Rio foi, há uns 20 anos atrás.
    Virou cidade grande!
    Já é costume a gente ouvir referências do tipo “meu bairro”.
    Acho fofo!
    Mas, não adoto.
    😉

    Ah! Cleomar agradeceu a dica, mas, vai dar um tempo, por conta do vendaval que fez as antenas despencarem.
    Diz ela que está curtindo DVDs.
    E, sabe que eu vario entre DVDs e CDs e livros, quando vejo, já estou desligada de televisão e até da internet.
    Quem diria!
    Sim…
    Não sei em qual site fui parar na pesquisa e li horrores sobre a pré-paga.
    Talvez por isso ninguém se anime.
    Sem contar que os representantes divulgam promoções cujos preços despencam vertiginosamente…
    Leve dois pontos, e escolha onde colocar.
    Uau! Daí eu começo a pensar até que o consumidor está sendo respeitado em seus direitos.
    E só dá Sky Digital!

  6. I loooooooove Hugh Laurie de paixão.
    O meu papel de parede é o ator Misha Collins como o anjo Castiel e suas belas asas. Lindo, lindo.
    Devo viver em outro planeta, pois não li Crepúsculo, não vi o filme, nem assisto True blood e Vampires Diaries.
    De vez em outra me pego tentando cantarolar alguma música tema dos animes japoneses de meu irmão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s