Domingueiras

Leiaute especial de final de ano ficará no ar até o Dia de Reis [6/jan].

Sobrinho de 2 anos [aquele, viciado em Cars] ficou extasiado com a minha coleção do anime Speedy Racer, especialmente o episódio duplo do carro-mamute. Em compensação, desgostou imenso do filme dos Irmãos Wachowski: aluguei o DVD e, depois de cinco minutos, ele dizia “tira, tia, esse chato”. Tentei um fim de semana inteiro, não rolou.

Dona mãe enfureceu: depois de quase esvaziar uma lata de SBP, os mosquitos continuavam alegres. Tinha um no chão que ela achou estar morto, mas quando chegou perto o bicho levantou voo e ainda fez “Bzzz!” na cara dela.

Lembrei do Flit, sempre à procura de um barato.

Jonathan Strange & Mr. Norrell: tou na págna 249. Iei. Faltam só 600 agora.

Eu jurava que Taylor Sheridan [xerife-assistente Hale, Sons of Anarchy] era irmão do Jon Cryer [Alan, Two and A Half Men]. Até a voz parece.

Coincidência um ep de blecaute em NCIS [Power Down] na mesma semana do apagão brasileiro, né? Achei uma graça o conteúdo da mochila – ops, valise – do Gibbs. Nunca pensei no que os agentes carregam quando ele diz “grab your gear” , antes.

Hairography, Glee: enquanto passava aquela parte da conspiração da Terri e da Kendra, pensava que era o ep mais chato da série até agora. Daí veio o coral das crianças surdas e pronto: mais um ep em que miacabo de chorar.

Em Marília/SP tem o Yadaim Kadashot [“mãos santas”, em hebraico], um coral de crianças surdas. Eu vi uma apresentação deles ao vivo e é muito bonito. É diferente do coral de Glee, eles cantam só com as mãos e a música é gravada. Mas não é menos emocionante.

Mas fui só eu a achar curioso colocarem uma música da Cyndi Lauper exatamente no mesmo ep que tinha uma da Madonna? Será por causa da disputa entre os fãs das duas? Gente, isso é tão anos 80…

Dorga. Tava assistindo ao doc Hellfighters na ESPN quando veio um temporal e perdi o sinal. Fico enrolando pra pedir o realinhamento da antena e só lembro nessas horas. No meio da noite.

[Via @AleRocha] ‘São Paulo Sob Ataque’ relata bastidores dos ataques do PCC. Estréia neste domingo (29), às 20h, no Discovery Channel.

[Via @Fabio_Gigabyte] Paródia da introdução da Pixar no blog Gigabyte.

[via @AlexCastroLLL] A melhor maneira de fazer ressuscitação cárdio-pulmonar é cantando “Staying Alive” dos Bee Gees [link].

[Via @Meumundosecreto] Criatividade das produções Hollywoodianas: de 45 filmes apenas 8 originais [link].

[Via @ManchaNFL] Frase do dia: “Leio primeiro a página de esportes, para ver triunfos humanos. O resto do jornal só exibe nossos fracassos” Earl Warren

Na quarta tava passando A Rainha na Fox, mas preferi ver outra realeza: o show do Queen ao vivo no estádio Wembley, pelo TCM. Cara, como o Freddie Mercury tem domínio do público. E como as canções da banda são marcantes! Tem dia que ouço até três diferentes nos intervalos comerciais  de TV.

Conforme assistia, eu ia dizendo “oh, essa é a minha favorita”, “ah, essa é a que eu gosto mais”, “não, essa que é minha preferida deles”… até God Save The Queen entrou na lista.

Antes que uma alma bem-intencionada apareça, esclareço que eu sei, sim, que é o hino nacional, blz?

Queen – Live at Wembley parte 1 de 14

Link http://www.youtube.com/watch?v=hdGcX-s99Rg

UC Men’s Octet – Bohemian Rhapsody

Link http://www.youtube.com/watch?v=UyqpjkCwEI4

Esses caras são do octeto UC Men’s, um grupo de alunos da Universidade da Califórnia em Berkeley que canta acapella. Essa formação é de 2003, se não me engano, mas o grupo existe desde 1948 e tem vários discos gravados [site oficial].

A versão deles para Uptown Girl do Billy Joel parece legal, só é pena que a qualidade do áudio esteja ruim.

E, é claro, ouvir Queen sempre me dá vontade de reler Belas Maldições do Terry Pratchett.

Ocultação de cadáver. Ou melhor, de cadáveres, assim no plural. Ser condenado multado por prevaricação, corrupção, é fichinha perto disso.

Anúncios

10 comentários sobre “Domingueiras

  1. Também chorei no episódio de Glee, achei que era porque eu estava ficando velha, ou tpm, mas foi bonito mesmo, uma surpresa boa depois daquela zona que foi “crazy in love”.
    Freddy Mercury rules!

  2. Queen rules indeed!

    Adoro Queen, mas acabei esquecendo de gravar o show (e olha que faz um tempinho que estavam anunciando, e eu via sempre nos intervalos do Holocausto); que bom que dá pra ver no YouTube, gracias pela dica!

    Minhas preferidas: Love of my life (claro!), Save me, Who wants to live forever, I want to break free (adoro o clipe) e Bohemian rhapsody (viu o vídeo dos muppets? é uma fofura).

    Beijocas!

  3. Também gostei do frescor natalino, Tommy!

    Ainda estou às voltas com os presentes natalinos.
    Na verdade, lembranças para evocar o sabor de compartilhar.
    Gosto de escolher as caixas, as embalagens, ou de produzir eu mesma os efeitos.

    E a casa já tá de Natal, Naomi?!
    Fala para Dona Mãe usar essencia de citronela, num aromatizador, ou velas aromatizadas de citronela.
    Se não houver alérgicos no pedaço, os mosquitos desaparecem!
    Um ou outro lerdinho e groge a gente espanta com chinelo e esmaga! pá!

  4. Gostei muito do layout de Natal =)
    Ai, viciei em Glee, muito, MUITO BOM!
    Levei Ciça na “Disney on Parade” e a menina ficou triste porque o McQueen não apareceu…
    Ah, fala sério, o Carro-Mamute é um clássico dos clássicos, não tem como comparar com o longa dos Warschowkis 😉

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s