Pequenas implicâncias

Ontem à noite li três capítulos dum livro e contei 13 ocorrências de “fazer questão”, com as variantes “fez questão”, “fazia questão” e até um “faria questão”. Peguei bode.

Outra locução adverbial [hah!] que me incomoda pelo uso indiscriminado: “de plantão”. Ex.: cuecas de plantão.

De repente me deu desejos de voltar a ler Fernando Sabino. Será que reativo meu cartão da biblioteca pública?

Anúncios

8 comentários sobre “Pequenas implicâncias

  1. A vontade de reler Sabino foi por causa dos lugares-comuns? Já leu o “Dicionário de lugares comuns” que ele escreveu? É ótimo!

    Não sei se ainda editam, mas o li em um dos volumes dele naquela coleção da Nova Aguilar, de Obras Completas. Quem sabe tem na biblioteca daí, vale a pena! (aí é só ir renovando, porque cada volume tem vários livros, dá pra se divertir pelo resto das férias)

    Beijocas!

  2. Ai Bá, tô precisando de uns trancos desses pra me livrar de alguns vícios. Aliás, vc bem que poderia postar novas “Pequenas Implicâncias” I, II, III. Me alumeia, façavor!

    Olha, é implicação bestinha, mas detesto o uso do ‘cousas’. São ‘cousas’ que me fazem abandonar imediatamente a leitura,rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s