SuperBowl XLIV

Sean Peyton e Drew Brees, do Saints

Sean Payton e Drew Brees, do Saints

Xeu te contar uma coisa: eu fiquei feliz com a vitória do New Orleans Saints no SuperBowl 44. Eu achava que o Indianapolis Colts ia levar o título, mas intimamente torcia pro Saints – aquela coisa do underdog que brasileiro adora, sim, mais a questão do time que ficou sem casa porque o estádio virou abrigo para as vítimas do furacão Katrina e teve que jogar em estádios emprestados, longe de casa. Naquela temporada encerraram a competição com 3 vitórias e 13 derrotas.

Na temporada 2009-2010 o placar ficou igual só que ao contrário: foram 13 vitórias e 3 derrotas na temporada regular, a melhor da sua divisão, e o campeonato nos playoffs em cima do Minnesota Vikings do Brett Favre. Chegaram ao SuperBowl pela primeira vez desde a fundação da franquia, disputando contra o melhor time da conferência americana na temporada e contra o MVP Peyton Manning, considerado por muitos o melhor quarterback da história.

O primeiro período parecia confirmar as apostas de favoritismo dos Colts e terminou com um touchdown num retorno de 98 jardas e um fieldgoal para Indianapolis contra nada dos Saints. No segundo período o Colts não marcou nada mas também não deixou o Saints ir muito à frente e cedeu só dois fieldgoals [o kicker do Saints era goleiro de futebol de bola redonda, foi daí que treinou potência e pontaria]. Assim, ao fim do primeiro tempo o Colts tinha 10 pontos contra 6 do Saints.

Daí veio o intervalo de meia hora.

Angelina Jolie, Maddox e Brad Pitt no SB44: adivinha para qual time torciam

Angelina Jolie, Maddox e Brad Pitt no SB44: adivinha para qual time torciam

A equipe voltou para o segundo tempo com uma nova mentalidade, mais ousada: em vez de um punt comum para retornar a bola pro Colts, optaram por um onside kick que funcionou e reverteu em nova posse pro Saints e touchdown. Eu só não acordei a casa inteira nessa hora porque já o tinha feito no intervalo, mas isso é uma outra história. O Colts revidou com mais um TD, o Saints fez mais um fieldgoal e o terceiro período terminou em 16 a 17. No último quarto do jogo o kicker do Colts Matt Stover, o jogador mais velho a participar de um SuperBowl, errou o fieldgoal.

O vídeo do onside kick no Youtube.

A partir desse momento parecia que o time do Saints fez *plim* e tudo passou a dar certo: na conversão do ponto extra do touchdown do Jeremy Shockey [bifão fazível] optaram por outra jogada ousada, a conversão de dois pontos que o juiz não confirmou. O técnico Sean Payton desafiou a decisão do juiz na volta do intervalo para troca de equipes e só então os juízes confimaram mais dois pontos: 24 a 17. O Colts teria então mais de cinco três minutos para marcar um TD e jogar com o tempo, quando Manning lança uma interceptação para Tracy Porter, que corre 74 jardas pra mais um TOUCHDOWN!

Interceptação de Tracy Porter

Link http://www.youtube.com/watch?v=T_EQTMUYzdo

Final da história: Saints 31 x Colts 17.

Who dat?

E o big bad bifão Jeremy Shockey chorando na entrega do trofeu de campeão? Momento Awww da noite.

Apesar do verbete da Wikipedia não mencionar que mais de um canal exibiu o jogo ao vivo, eu assisti pelo BandSports. Muito menos intervalos comerciais que a ESPN, mas com o mesmo delay na sintonia imagem+som durante o show do intervalo que é um efeito ainda do seio da Janet Jackson.

Roger Daltrey e Pete Townshend do The Who

Roger Daltrey e Pete Townshend do The Who

O Show do Intervalo

Sério, quando assisto aos jogos de futebol comum e vejo os locutores brasileiros chamarem aquilo que passa entre o primeiro e o segundo tempos de “show do intervalo” me dá vontade de bater em alguém. Não tem nada de show, show é o que a gente vê no SuperBowl. A cada ano que passa a coisa só melhora e melhora.

Começa até antes do jogo. Neste ano, a prévia foi de Steve Winwood. A TV exibe a gravação feita na entrada do estádio enquanto montam o palco no gramado para o show da noite.

Steve Winwood – SuperBowl XLIV – Sun Life Stadium 07/02/10

Link http://www.youtube.com/watch?v=fAm1VNvRBP0

Na abertura da partida, Queen Latifah [lóvo ela!] cantou America The Beautiful e Carrie Underwood o Hino Nacional.

Queen Latifah e Carrie Underwood – SuperBowl XLIV – Sun Life Stadium 07/02/10

Link http://www.youtube.com/watch?v=Zynidz10AZo

O jogo foi bem ágil no primeiro tempo, então, após apenas 1h30 depois do primeiro punt já entrou o show principal. No ano retrasado o do Tom Petty & The Heartbreakers foi quase intimista. Fói ótimo, mas em pequena escala – e não digo isso pela duração, porque são 12 minutos pra qualquer um. O do Bruce Springsteen no ano passado teve uma produção um pouco maior mas ainda om um palco simples e pequeno. Portanto, eu imaginava algo na mesma escala para 2010.

E me deparo com isso:

The Who – SuperBowl XLIV – Sun Life Stadium 07/02/10
Parte 1 de 2

Link http://www.youtube.com/watch?v=c6Io05fTLSg

ou http://www.youtube.com/watch?v=J8g0WFQZHeY

Parte 2 de 2

Link http://www.youtube.com/watch?v=RCqgtb3Nby4

ou http://www.youtube.com/watch?v=La5uLfOVKaw

Os caras estabeleceram um novo padrão para os próximos convidados, que terão de suar muito para superar isso.

Imagem Jolie-Pitt: Revista Quem

Posts relacionados
SuperBowl XLII
SuperBowl XLIII

Atualização: O MVP da partida foi o quarterback do Saints, Drew Brees.

O prêmio Walter Payton [Man of the Year] foi para Brian Waters, do Kansas City Chiefs. Este prêmio é concedido ao jogador que combina excelência dentro de campo e postura humanitária na comunidade. Waters e a esposa patrocinam uma fundação que dá bolsas de estudo para crianças pobres do Texas.

O jogador do Colts que deixou escapar a chance de tomar posse da bola no onside kick foi o Hank Baskett, Sr. Kendra Wilkinson [uma das ex-coelhinhas da Playboy ex-namoradas do Hugh Hefner que ganhou um reality show no canal E!]. Na batalha de subcelebridade do canal, então, vantagem para a Kim Kardashian, namorada do Reggie Bush so Saints.

The Best and Worst Super Bowl Commercials 2010 segundo a Time.

Anúncios

9 comentários sobre “SuperBowl XLIV

  1. Pingback: Geleia (de Agatha) geral « A Casa Torta

    • cantou, sim 😆 não sei se foi de propósito, caus que a transmissão do superbowl e dos 3 sabores de csi são da mesma emissora de tv.

      o setlist: pinball wizard, baba o’riley, see me feel me, who are you e won’t get foled again.

  2. Sou uma 49er de carteirinha (paixão por São Francisco é pouco…) mas, na falta deles, adorei torcer pela minha paixão número 2 e ver o Saints dar uma pequena surra no Colts! Morri de rir com o The Who no intervalo, meudeolsdocéu, eles vieram de um universo paralelo de Lost, perdidos nos anos 60, e baixaram diretamente em Miami? Ainda não desgrudaram de Pinball Wizard e Who Are You??? Dureeeeza… Mas torci muito e fui dormir muito feliz. Dia seguinte tinha que ter post lá no blog, né…
    bjk

  3. Pingback: SuperBowl XLV « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

  4. Pingback: SuperBowl XLVI « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s