Domingueiras

Eu o vi fazendo papá na TV. Eu amo ele

Eu o vi fazendo papá na TV. Eu amo ele

Perseguidos em diferentes épocas e vítimas históricas de preconceito, os gatos estão ganhando absolvição por meio de um papel inesperado: o de terapeutas. Em seu recém-lançado livro “La Ronron Thérapie”, a jornalista francesa Véronique Aïache explica, devidamente ancorada por trabalhos científicos, como o convívio com um bichano pode melhorar a vida das pessoas. [IstoÉ, 05/02/10]

Tem um aparelho celular que vem com uma função Chamada Falsa, que te permite “escapar de situações potencialmente perigosas e desconfortáveis, fingindo que você precisa sair para atender uma chamada”.

Num primeiro momento achei bizarro, mas depois ouvi essa música na rádia Pedralascada e percebi que pode ser útil para escapar de um perseguidor.

“mas não desligue o celular, eu vou te rastrear porque quem ama
cuida”

Por favor, me diz que não sou só eu que acha isso inapropriado.

Tou com uma dúvida: o crédito de pré-pago não vale por seis meses? Porque na TIM a validade ainda é de três.

A Natura lançou lenços umedecidos para limpeza de crianças longe de um banheiro e batizou de Banho de Gato. FTW.

Anturdia tinha um sujeito berrando “Ô, Alemão!” na rua de baixo, várias vezes. Cidadãozinho vira pra vó e diz: “ele tá chamando o limão” e passa a berrar junto “Ô, lalanja! Ô, lalanja!”

Corta pra vó e pra tia se dobrando de rir.

“É um Orient Express dos dias modernos.”
Anthony Dinozzo no ep S07E13 [Jet Lag] de NCIS

O ator Brian Cox [X-Men 2, Tróia] tem um tom de voz grave característico e costuma encarnar papéis ligados ao governo ou militares, por isso eu adorei assisti-lo ensinando Shakespeare [Hamlet, nada menos!] pra um menininho de dois anos e meio.

Link http://www.youtube.com/watch?v=loDMRzPiCic

To be or not to be, that is the question;
Whether ’tis nobler in the mind to suffer
The slings and arrows of outrageous fortune,
Or to take arms against a sea of troubles,
And by opposing, end them.

Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre
Em nosso espírito sofrer pedras e setas
Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,
Ou insurgir-nos contra um mar de provocações
E em luta pôr-lhes fim? [A Tragédia de Hamlet, William Shakespeare, trad. Péricles Eugênio da Silva Ramos]

Nicholas Rowe e Alan Cox

Nicholas Rowe e Alan Cox

Sabe o Brian Cox? Ele é pai do Alan Cox, o jovem Watson de O Enigma da Pirâmide. Quase caí da cadeira.

No início do episódio LD50 de NCIS:LA mostram um repórter de TV que acompanha uma equipe da ATF numa batida. A ATF arromba a porta e a câmera da equipe de reportagem mostra a ação… do lado de dentro, isto é, do ponto de vista do criminosos.

Isso me lembra uma das pequenas coisas que mirritam: repórter que encena teatrinho nas matérias. O cara de terno, gravata e microfone que fica falando no meio de uma roda de gente mimicando como se ele não estivesse ali; o mesmo cara saindo de táxi enquanto narra uma matéria sobre taxistas, e coisas assim. Perde toda a credibilidade, pra mim.

Anturdia vi uma jornalista em matéria sobre desova de tartarugas num mico enorme por causa dessa mania de teatralizar jornalismo: enquanto ela abria a reportagem, o cara que ela ia entrevistar tinha de fingir estar preparando a jornada, então a imagem na tela era a moça em primeiro plano toda séria a falar sobre a proteção às tartarugas e ao fundo a bunda enorme de um senhor enquanto ele remexia o barco.

Tem como levar a sério?

Calendário de estreias de séries na TV brasileira [aberta e paga], no blog Revista TV Séries: o A&E exibirá NCIS:LA e Law&Order:UK. E Generation Kill deve passar na Band [a série que o Alex Skarsgard fez antes de True Blood].

Perdi a estreia de Castle, é legal? Vale a pena baixar?

When a book arrives at a Texas prison mailroom, an employee first checks the database to see if the book is already prohibited. If not, said Shelby, “he’ll flip it over and read the back.” If that provides insufficient information to make a decision, “they scan through it looking for key words” or pictures that would disqualify the publication.

“You can pretty much tell by reading the first few pages,” she said. “We rely on them to use their judgment.” [Statesman, 31/01/10]

[Via @Cons_Juridico] Aprovado Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil [ConJur].

[Via @emersonpardo] “There are more communist countries than there are countries not using the metric system.” [Matador Abroad].

[Via @dehcapella] Enciclopédia Trópico formou meu caráter. Essa pergunta de Shakespeare do 1 contra 100 eu num errava nem a pau.

[Via @telinha] Benjamin Budchen Brady? tu jura que é esse mesmo o nome do menino?

[Via @RevistaTVSeries] A versão cinematográfica de Anjos da Lei/ 21 Jump Street será lançada nos cinemas americanos em agosto de 2011.

Jamie Oliver’s TED Prize wish: Teach every child about food

Link http://www.ted.com/talks/view/id/765

Anúncios

11 comentários sobre “Domingueiras

  1. Olha, quanto aos gatos, de acordo. Os meninos são boas companhias, gostam e dão carinho, sao limpinhos, etc. Valem mesmo.

    Telefone celular: não acredite nemna Antatel. Nada e cumprido. Se você não precisa de celular para ligar para alguém, não carregue nunca. Desligar eles não desligam. Voê pode receber ligações a´t e o final da vida. E nem precisa se preocupara com as mensagens, que são apenas deles, mas pode receber normalmente. Tenho um , nessas condições, há 4 anos. Vai bem, obrtgado.No Brasil, tudo o que não funciona não deve ser usado. É a única saída.

  2. Celular com chamada falsa?! Um alerta, digamos assim?! É só cadastrar o dito cujo como “trote”…
    Me fez lembrar de duas situações engraçadas.
    A que aconteceu comigo: ligações seguidas de um número desconhecido.
    Retornei, porque podia ser amigo ou familiar com número novo.
    E lá vem torpedo do dito cujo “Qual é o problema?”
    Quando vi a mensagem e pude responder… “Vc ligou p/ mim e respondi a ligação!”.
    😆
    Só vou saber pós-carnaval… Se ficar sabendo!
    😆

    A outra com celular é uma cena hilária do DVD “delírios de consumo de becky bloom” uma comédia sem pretensões.
    Ah! Sem spoilers, faloris?!

    Livro: Paixão India – a verdadeira história da princesa de Kapurthala, sobre a decadente Índia dos marajás, e de uma européia que se casa com um deles. Da Planeta!

    Banho de gato é um nome bem fofo! Natura sabe das coisas.
    🙂

    Cidadãozinho é o sobrinho?!
    De todo modo, é fofinho mesmo!
    😆

  3. Ah, os gatinhos, eu nem precisava de uma comprovação científica. Eu mesma fui ajudada por ela, a minha neko. Único pobrema dela é que vem me acordar pontualmente às 5 da manhã. Cavoca o cobertor e se não me levanto, bota a patinha no meu nariz. E se insisto, tira a uninha pra fora,rs.

    A TIM me fez perder um bocado de números e créditos com esse papo de validade. Ao adquirir um número, eles vendem o crédito como de 6 meses de validade. Caí nessa conversa muitas vezes! Tive anos em que cheguei a ir 2 a 3 vezes ao ano no Brasil. Com intenção de manter o número, eu botava o crédito um dia antes do embarque de volta, pra usar na viagem sucessiva. Ao chegar no Brasil, o número já era vencido e o crédito comido!

    Tá uma tia babona, hein? Consigo ver a cena, até. Sei o que é isso. E vai chegar um momento que o seu salário não vai chegar nem à metade do mês, comprando livrinhos pra ele, hehehe….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s