Domingueiras

Já acabou a quaresma?

Já acabou a quaresma?

Sonhei com quase toda a família paterna. A culpa é da Zélia Gattai [tou lendo Cittá di Roma].

Sabe aquele livro da Barbara Cartland que eu tava procurando? É o The Magnificent Marriage, que no Brasil teve dois títulos: Lady Dorinda e Rosa do Oriente. Foi a Déborah da comunidade no Orkut quem me ajudou.

“É uma coisa chocante de se dizer e eu sabia que era uma coisa chocante de se dizer. Mas ninguém tem o direito de viver sem tomar um choque. Ninguém tem o direito de passar pela vida sem se sentir ofendido. Ninguém tem que ler este livro. Ninguém tem que pegá-lo. Ninguém tem que abri-lo. E se você abrir e ler, não tem que gostar dele. E se você ler e não gostar, não tem que manter silêncio a respeito. Você pode escrever para mim, pode reclamar, pode escrever ao editor, pode escrever aos jornais, pode escrever seu próprio livro. Você pode fazer todas essas coisas, mas é aqui que seus direitos acabam. Ninguém tem o direito de me fazer parar de escrever este livro. Ninguém tem o direito de interromper sua publicação, ou compra, ou venda ou leitura. Isto é tudo o que tenho a dizer sobre este assunto.” [tradução livre]

Philip Pullman, autor da trilogia Fronteiras do Universo e de The Good Man Jesus and the Scoundrel Christ, sobre censura e liberdade de expressão no BoingBoing [29/03/10].

O The Guardian pediu para alguns escritores britânicos escolherem um “livro da década”. Philip Pullman [Fronteiras do Universo] escolheu As Cartas de Van Gogh; Ian McEwan [Desejo e Reparação] foi de Le Bal; e Terry Pratchett [Discworld] escolheu um dos meus favoritos, o Breve História de Quase Tudo, do Bill Bryson.

Durante 50 anos uma série de retratos ficou trancada no depósito da National Portrait Gallery, na Inglaterra, porque os retratados não puderam ser identificados. O museu então convidou sete escritores para imaginar uma história para esses retratos: John Banville, Joanna Trollope, Tracy Chevalier [que fez exatamente isso em seu livro Moça Com Brinco de Pérola], Minette Walters, Sarah Singleton, Julian Fellowes e Terry Pratchett. A exibição foi batizada de Imagined Lives [Vidas Imaginadas] e alguns desses contos estão no site da Times.

A exibição da adaptação de Going Postal, do Terry Pratchett – que era pra ir ao ar na Páscoa – foi adiada pra maio. No site da Sky TV tem o trailer; tente achar o David Suchet. 😆

-Pai, este padre está me molestando. -Pobre criança. Venha. Eu protejo você.

-Pai, este padre está me molestando. -Pobre criança. Venha. Eu protejo você.

Fonte: New Jersey Newsroom, 24/03/10

Meus dois centavos sobre a parcela de jogadores do Santos FC que se recusou a visitar uma entidade beneficente por motivos religiosos: será que eles têm os mesmos escrúpulos na hora de ganhar o dinheiro dos salários, dos patrocínios, etc.? Bando de hipócritas.

Se o céu é frenquentado por padres pedófilos e atletas de Cristo, minha sorte é ter meu quarto reservado no inferno, com vista pro Estige. [@tuliovianna]

É, JC, olha o que o caras tão fazendo co seu cartão de crédito. Cê vai deixar barato?

Comãssim a Emma Thompson é filha da Phyllida Law?? E comãssim ela casou co Greg Wise, o Willowghby de Razão e Sensibilidade, depois que ele namorou a Kate Winslet porque uma vidente disse que ele conheceria sua futura esposa no set daquele filme? E, oh my, que história a da avó da Emma Thompson…

Sobrinho indignado: “Não, tia! Eu não quero comer alface. Eu não quero ficar verde!”

[Via @Demas_GO] TOLERÂNCIA LINGUÍSTICA O professor Carlos Moreno fala sobre o gênero de “personagem” [Sua Língua].

[Via @BoingBoing] The sex lives of Victorian ladies: More fun than you might have thought [Stanford Magazine].

[Via @semiramis] Trapalhadas da mídia que destroem vidas, versão Neda [Bitaites].

OMG Cat meets The Dramatic Lemur [via @brunaguerrier]

Link http://www.youtube.com/watch?v=8UH7Ixvu8bg

Filme publicitário de uma fábrica de pães (todo feito com farinha de trigo)

Link http://www.youtube.com/watch?v=AJP4xz9Urrk

Celebrities: Alan Moore em espanhol com legendas em inglês

Link http://www.youtube.com/watch?v=yF0OtzDeZgo

Coleção de imagens censuradas do cinema mudo

Link http://www.youtube.com/watch?v=iNtNxhQmkt4

And now for something completelly different…

Monty Python – Pope and Michelangelo legendado

Link http://www.youtube.com/watch?v=rO6eZzJSvoE

Anúncios

16 comentários sobre “Domingueiras

  1. Adorei a história dos portraits. Fez lembrar antigamente, quando a professora colocava uma ilustração no quadro e os alunos tinham que fazer uma redação. Esse é, inclusive, o tema central de um livro super simpático que ganhei há muitos e muitos anos, chamado ‘Lições de Casa’, com contos de autores como Affonso Romano de Sant’Anna, Ferreira Gullar e Lygia Fagundes Telles…

  2. Adorei o vídeo da fábrica de pães e este lêmure dramático é uma coisa.
    Enquanto isso, a Conrad continua enrolando e nada de Terry Pratchett. Justo quando eu me afeiçoo ao homem e saio recomendando seus livros para os quatro cantos.
    Ainda não li o livro “Breve história de quase tudo” mas adorei sua resenha.

  3. Minina, adorei o vídeo do Pão…
    Monty Pyton era maravilhosoooo – até hoje me acabo de rir com algumas enquetes, impressionante.
    Eu sabia do casamento da Emma Thompson, mas fiquei chocada com o lance a avó, que coisa!

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s