Tooth Fairy / O Fada do Dente

Sinopse
Derek Thompson (Dwayne Johnson) é um jogador de hóquei frustrado que só faz sucesso por causa de suas violentas faltas que, invariavelmente, arrancam um dente do adversário. Daí veio o seu apelido, dado pelo fãs, de Fada dos Dentes. Só que ele é um cara que não acredita nos sonhos e, num dia, quase conta para a pequena Tess (Destiny Whittlock), filha de sua namorada (Ashley Judd), que esse negócio de Fada trocar dente de leite debaixo do travesseiro por moeda era uma grande mentira. Como punição por ser um “destruidor de sonhos”, Derek é transformado em uma fada do dente. Agora, sob o comando da chefe das fadas Lily (Julie Andrews) e o acompanhamento do assistente Tracy (Stephen Merchant), o estraga prazeres precisará se ambientar com suas novas asas e o mundo da magia, que ele tanto despreza, antes de ser um simples humano novamente.

Cartaz

Cartaz

Eu gosto do Dwayne “The Rock” Johnson.

Não me lembro qual foi o primeiro filme dele que assisti [provavelmente foi O Retorno da Múmia], mas virei fã em Be Cool – O outro nome do jogo. The Rock é o nome artístico que Dwayne Johnson usava na época que era wrestler. Como lutador de luta-livre, ele tem duas características que ajudam a cativar a audiência: carisma e saber entreter o público. Essas características continuam fazendo parte da personalidade dele mesmo depois que abandonou o apelido de lutador na refimagem de A Montanha Enfeitiçada para dedicar-se mais seriamente à carreira de ator.

O enredo de O Fada do Dente tem dois temas que não são familares por estes lados: o hóquei sobre o gelo e o folclore da Fada do Dente, um ser sobrenatural que recolhe os dentes de leite que caem das crianças e deixa-lhes um dinheirinho debaixo do travesseiro.

Para quem tiver curiosidade, achei bem legal esse ensaio publicado em 2007 sobre o “ratinho do dente”, que é o folclore francês equivalente à fada do dente. O autor estuda a simbologia e a importância psicológica da crença infantil. Em PDF.

O filme começa bem; juntar um brutamontes feito o The Rock com crianças já deu certo antes em Treinando o Papai, e ele traz uma outra característica da sua fase de wrestler que ajuda muito: não tem medo de passar ridículo. Eu ri demais quando ele foi intimado para o reino das fadas e, por problemas de corte orçamentário, aparece de tutu e asas cor-de-rosa. Essa é a maior força do filme, aliás, as piadas visuais, e Dwayne Johnson segura bem as pontas.

Derek Thompson: Does this tutu make my butt look big?
Lily: Yes. Huge.

Todo o resto é, digamos assim, simpático, mas descompromissado. Não exige grandes raciocínios, não comove profundamente, não deixa marcas.  É engraçadinho. Ou, nas palavras do personagem Tracy [Stephen Merchant] é “mostly harmless”, praticamente inofensivo.

Tá, o Guia do Mochileiro das Galaxias diz o mesmo da Terra, mas infelizmente nenhuma nave Vogon aparece pra destruir o filme… Brincadeirinha.

O Fada do Dente cai na categoria “não compensa pagar o aluguel nem a compra do dvd, mas, se pá e estiver passando na tv e não tiver nada melhor no mesmo horário, é um jeito de matar uma horimeia sem estresse”. No mesmo tema envolvendo crenças e fada do dente eu recomendo muito mais o filme Hogfather – Missão especial de Natal.

Curiosidades: o Wilhelm Scream é usado na cena final [só dá pra saber na versão legendada com som original].
Dwayne Johnson descende de um rei samoano, é formado em Criminologia pela Universidade de Miami e é patrono de uma fundação para crianças com doenças terminais.

O Fada do Dente – Trailer legendado


Link http://www.youtube.com/watch?v=5MUBK_KxjKA

Serviço
Ficha técnica no iMDB
Verbete na Wikipedia
Resenha de Tommy Beresford no blog Cinema é Magia

Título: O Fada do Dente
Título original: Tooth Fairy
Ggênero: Comédia
Duração: 01h41 min
Ano de lançamento: 2010
Estúdio: 20th Century Fox Film Corporation / Walden Media / Foxvan Productions / Blumhouse Productions / Mayhem Pictures
Distribuidora: 20th Century Fox Film Corporation
Direção: Michael Lembeck
Roteiro: Lowell Ganz, Babaloo Mandel, Joshua Sternin, Jeffrey Ventimiglia e Randi Mayern Singer, baseado em História de Jim Piddock
Produção: Jason Blum, Mark Ciardi e Gordon Gray
Música: George S. Clinton
Fotografia: David Tattersall
Figurino: Angus Strathie
Edição: David Finfer
Efeitos especiais: CIS Vancouver / Evil Eye Pictures / Image Engine Design

Dwayne Johnson, Stephen Merchant e Julie Andrews

Dwayne Johnson, Stephen Merchant e Julie Andrews

Elenco
Dwayne Johnson (Derek Thompson / Fada do Dente)
Julie Andrews (Lily)
Destiny Whitlock (Tess)
Ashley Judd (Carly)
Brandon T. Jackson (Duke)
Ryan Schekler (Mick Donnelly)
Stephen Merchant (Tracy)
Chase Ellison (Randy)
Josh Emerson (Kyle Padgett)
Barclay Hope (Técnico)
Brendan Penny (Josh Singer)
Juno Ruddell (Sally)
Darien Provost (Gabe)
Brendan Beiser (Pai de Ted)
Brad Leo Lyon (Papai Noel)
Lee Tichon (Andreas)
Dale Wolfe (Hank)
Billy Crystal (não creditada) (Jerry)
Seth Macfarlane (Ziggy)

Posts relacionados
Be Cool – O outro nome do jogo
Hogfather – Missão especial de Natal
Treinando o Papai

Anúncios

6 comentários sobre “Tooth Fairy / O Fada do Dente

  1. Se tem Julie Andrews, é bom de se ver. 😉

    Naomi, eu me lembro que nos idos da minha infância, tinhamos o hábito de jogar o dente encima do telhado.
    Para nascer um outro dente, bem forte e bonito.
    Tempos depois, talvez por que trocamos casas por apartamentos, lidamos com essa de colocar debaixo do travesseiro, para encontrar moedas.
    Mas, aí, já não era a minha época de dentes de leite… 😆

  2. Pingback: Invictus « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s