Da coluna do Professor Ivo

A Língua Nossa de Cada Dia

1. Indiscutível é a palavra paroxítona terminada em –l. É acentuada graficamente; indiscutivelmente é o advérbio formado a partir do adjetivo indiscutível: Não é graficamente acentuado; só e somente; português e portuguesmente são outros exemplos;

2. Escrevam (e não escrevem) sempre: Maria namora João; Eu assisto ao filme; O médico assiste os doentes; Nós visamos ao bem de todos; O funcionário do banco visou os cheques. O animal aspira a poeira do caminho; O rapaz aspira a um cargo de chefia; Prefiro um pássaro na mão a dois voando; Prefiro liberdade a privilégios;

3. Não corra atrás do prejuízo, corra atrás do lucro; Não existe vítima fatal (fatal é a queda, o acidente, o tiro, aquilo que fez da pessoa uma vítima;) vítima fatal significa: morto;

4. Atenção pessoal da mídia! Não digam Vamos repercutir a notícia; A notícia é que repercute;

5. Algumas pérolas futebolísticas: Jogador (alguns) agora virou “elemento surpresa”. Usa-se fator para tudo: Fator surpresa, Fator Cuca; Jogo cheio de alternativas; Caminhamos para os últimos cinco minutos de jogo (faltam cinco minutos para o fim do jogo). Ele (o jogador) chutou com consciência?!!?). Ele quis cruzar ou chutou para o gol? E por aí vai…

6. Escreva: Dez quilos de carne é pouco para o churrasco; Vinte metros de tecido é muito; Quatrocentos quilômetros é muito; Vinte mil reais é pouco para certas pessoas.

7. Diga e escreva: Bateram nove horas; Soaram dez horas; O relógio da igreja bateu seis horas; Bateram seis horas no relógio da igreja. São quase oito horas; O sino da Matriz bateu seis horas.

Prof. Ivo de Souza, Olímpia/SP [iFolha, 28/11/2010]