Espaguete à Bolonhesa do Inspetor-Chefe Japp

Publicado originalmente no TeleSéries.

Philip Jackson em O Assassinato de Roger Ackroyd

Philip Jackson em O Assassinato de Roger Ackroyd (2000)

Inspetor-Chefe James Japp: Não tem nada para comer aqui, Poirot! É tudo macarrone isso, ravióli aquilo… Não tem carne?
Hercule Poirot: Espaguete à Bolonhesa tem carne.
Inspetor-Chefe James Japp: Não gosto de espaguete.

Hercule Poirot, o detetive belga criado por Agatha Christie, é um apreciador da haute cuisine. Na verdade, Poirot é um hedonista [ou seria um epicurista? deixo a questão para os filósofos]. Tanto nos livros quando na série de TV britânica estrelada por David Suchet, os momentos de humor costumam envolver o relacionamento do detetive com a culinária.

Seu associado Capitão Arthur Hastings aprecia tanto os elaborados pratos franceses quanto a tradicional culinária inglesa – embora prefira o café da manhã britânico ao continental. A secretária Miss Felicity Lemon é partidária das refeições saudáveis, magras e sem sabor, mas a vítima preferencial de Poirot na série é o Inspetor-Chefe da Scotland Yard Jimmy Japp. Inglês até os ossos, sua ideia de uma boa refeição inclui carne, gordura e sangue – uma linguiça ou black pudding [parente do chouriço e da morcela].

No episódio The Murder of Roger Acroyd [temporada 7, episódio 1, exibido em 2 de janeiro de 2000], Japp comenta com Poirot que, se herdasse a quantia de dinheiro que a vítima deixou em testamento para o beneficiário, aposentaria-se e viveria no sul da França. O detetive responde: “Non, non, mon ami. Você não toleraria a comida.”

Pelo que vemos no diálogo que abre este post, Japp não é grande fã da cozinha italiana tampouco. Bom, eu sou. Verdade que não tanto do espaguete, entretanto… Prefiro talharim, penne, parafuso e gravata. Então, aqui vai a minha versão de Espaguete à Bolonhesa – sem espaguete e sem carne moída.

Espaguete à Bolonhesa do Inspetor-Chefe Japp

Ingredientes para 4 porções
500 g de macarrão colorido tipo penne, parafuso ou gravata
3 tomates maduros, sem pele e sem sementes, em cubos
1/2 cebola picada
1 pimentão grande vermelho ou 1/2 pimentão vermelho + 1/2 pimentão amarelo, sem sementes, em fatias de 0,5 cm
3 folhas de salsão [não o talo, as folhas] picadas
2 a 3 colheres de sopa de salsinha picada
100 g de alcaparras, escorridas
1 gomo grande de linguiça calabresa sem pele, em fatias de 0,5 cm em meia-lua
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de açúcar
sal

Modo de fazer
Aqueça o azeite numa panela média e refogue a cebola picada. Acrescente os tomates em cubos e refogue até formar um molho não muito espesso. Acrescente os demais ingredientes [menos o macarrão!] e prove. As alcaparras e a linguiça já são salgadas, então cuidado na hora de temperar. Deixe em fogo baixo por uns 10 minutos ou até que a linguiça esteja macia.

Cozinhe o macarrão numa panela com 1,5 litro de água fervente e uma colher de sopa bem cheia de sal. Escorra e sirva com o molho quente.

Substituições: Se não tiver alcaparras à mão, pode usar azeitonas verdes, e a calabresa pode ser substituída pela toscana despedaçada – nesse caso, use 2 gomos. Se quiser usar molho pronto de tomate esteja à vontade, eu é que prefiro o caseiro porque o industrializado me dá uma queimação!

O legítimo spaghetti alla bolognese tem sua receita registrada pela Accademia Italiana Della Cuccina desde 1982 e leva, além da carne, panceta [o torresmo antes de fritar], cebola, cenoura, salsão, caldo de carne e vinho branco, e às vezes um pouco de leite ou creme de leite. O espaguete é um macarrão típico de Nápoles; o “à bolonhesa” da receita refere-se ao molho ragù, típico da Bolonha. Você pode acessar a receita do tradicional ragu bolonhês das Irmãs Simili nesse site em inglês.

Ragu

Acepções
■ substantivo masculino
1 Rubrica: culinária.
ensopado de carne com legumes, em molho abundante
2 Regionalismo: Brasil. Uso: informal.
sensação que traduz desejo de comer; fome

Fonte: Dicionário Eletrônico Houaiss

Para não dizer que te enganei com um falso título no post, deixo a receita de Espaguete à Bolonhesa do Edu Guedes. São três receitas pelo preço de uma neste post, veja só!


Link http://www.youtube.com/watch?v=E3re7Nm-WKI

Agatha Christie’s Poirot: The Murder of Roger Ackroyd

Clive Exton fez milagres na primeira e na segunda temporadas quando criou cenários e personagens nas adaptações de contos que não ofereciam material dramático suficiente para episódios de 50 minutos. Eu gostei muito, apesar de conter elementos que não existiam nas histórias originais – justamente para lhes acrescentar substância.

Já O Assassinato de Roger Ackroyd tem uma trama cheia de possibilidades que poderia resultar numa adaptação memorável, e é um dos melhores romances policiais mundiais. Seu final surpreende o leitor, a execução literária é magistral. Clive Exton teve material de sobra para trabalhar e entregou uma adaptação ruim em que eliminou todos os elementos que tornaram o livro uma obra-prima do suspense.

Eu só vou me lembrar deste episódio porque tem o Jamie Bamber no elenco [Battlestar Galactica, Law & Order: UK] e mesmo assim durante poucos minutos da uma hora e meia de duração. Melhor mesmo é ir comer.

David Suchet e Jamie Bamber

Anúncios

5 comentários sobre “Espaguete à Bolonhesa do Inspetor-Chefe Japp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s