Domingueiras

Cinderela (1950) com as cores originais

Uma montagem comparando o casamento de Will & Kate com a animação Cinderela [Disney] fez sucesso nessa semana, mas o blog Anglophenia explica: é falsa. As cores originais do desenho foram alteradas.

Um post deveras interessante no Rainha Vermelha questiona o uso do jaleco fora do ambiente clínico-hospitalar [e eu sempre preciso me corrigir quando vou citar esse blog caus que leio Rainha Vermelha e penso Rainha de Copas, que é o título da tradução do livro do Matt Ridley que eu tenho].

Deveras, assaz. Adoro a língua portuguesa, você não? A tradução do livro que estou a ler no momento é repleta desses preciosismos [Declínio e queda do Império Romano, indo a passos lentos porque, com o frio, Tutu se aboleta e me põe na cama às 23h em ponto].

Muito legal a matéria de capa da Veja desta semana sobre a nova geração de leitores que desafia os prognósticos pessimistas dos que decretaram a morte dos livros após Harry Potter e a Internet.

Admito que estou aflita com a possibilidade de não ter temporada da NFL em 2011. Tá que os atletas estão a procurar alternativas para tratar lesões e se exercitar fora das dependências, mas esse lockout dos clubes tá se arrastando demais. Hein? Lockout, é de comer? [FeedbaCK Magazine]


Meus dois centavos sobre as polêmicas da semana envolvendo dois humoristas, colegas do mesmo programa de TV: parabéns para a rede de TV que emitiu boletim reprovando a “piada” antissemita de um deles, o que gerou um pedido de desculpas e a exclusão da tuitada em questão, mas um grande BU para o mesmo canal que se eximiu de criticar o segundo humorista e sua piada machista. Dois pesos, duas medidas.

Uma lista de análises incríveis de Doctor Who [dica da @MicaRM]: mesmo para quem não acompanha a série vale a pena [aviso para quem pretende assistir: tem spoilers], assim como esse artigo no io9 [How philosophy explains why Steven Moffat’s monsters are seriously fucking scary].

Petrichor: The pleasant smell that accompanies the first rain after a dry spell.

[From petro- (rock), from Greek petros (stone) + ichor (the fluid that is supposed to flow in the veins of the gods in Greek mythology). Coined by researchers I.J. Bear and R.G. Thomas.] [A Word a Day]

Guerra nas Estrelas de acordo com uma menina de 3 anos.


Link http://www.youtube.com/watch?v=wiMn2x8Q5UM

E em Notícias Relacionadas: “Obi-Wan Kenobi está morto”, diz Darth Vader [Trabalho Sujo].

13 comentários sobre “Domingueiras

  1. Ahaaaá! Parecia mesmo muita coincidência as roupas do casamento real e da Cinderella! Engraçado que eu notei o cabelo escuro da Cinderella e a fichinha não caiu.
    Essa semana estava mesmo pensando na questão do jaleco/scrubs. Estive observando o pessu do hospital (privado) aqui. O centro cirúrgico é cheio de frescura, onde vc não pode entrar sem scrubs (incluindo os clogs não lavados que são usados por todo mundo. Eeeeeeca. Levei as meias mais grossas que tenho), com vestiários com diversas portas de entrada e saída para evitar contaminação. Mas na hora do café, vai todo mundo pra salinha de café do centro cirúrgico, de touquinha e scrubs (e clogs nogentos). Faz sentido? Hora do almoço o resto do hospital vai pra lanchonete do mesmo jeito (sem scrubs, mas com a roupitcha que viu todos os perdigotos da manhã e provavelmente dos dias anteriores). Lá, é claro estão os pacientes e família, no soro e/ou tanque de oxigênio. E depois o povo é neurado com MRSA!!

    Tutu é o teu gatíssimo? Por falar nisso, te enviei um email, não sei se vc viu.

  2. Adoro o Rainha Vermelha, e também acho um horror esses jalecos pra lá e pra cá, até parece que os médicos não entendem os riscos de contaminação… no fundo é um símbolo de status pra eles (ou assim pensam).

    Amei a garotinha explicando star wars, que fofura… (e como se expressa bem!)

    Beijocas e ótima semana!🙂

  3. No caminho de nossas andanças do sábado, eu e minha filha vimos uma noiva chegando a um clube, certamente indo para a festa, acompanhada do noivo, em seu fraque tradicional (nada de vermelho, portanto). Ela exclamou:

    “Que linda ! Mas cadê o príncipe ???”

    Definitivamente, Kate Midleton gerou outro patamar para os casamentos deste ano…🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s