Desafio Literário | The Importance of Being Earnest

Sinopse
O humor caracteristicamente britânico está presente do início ao fim da peça: a frivolidade dos personagens aparece em cada quadro, em cada cena, em cada ato. A peça destaca-se por sua leveza e crítica sutil da sociedade inglesa do século passado.

Frances O'Connor, Colin Firth, Rupert Everett, Reese Witherspoon

ALGERNON. The truth is rarely pure and never simple. Modern life would be very tedious if it were either, and modern literature a complete impossibility!

Já que comecei o DL do mês dos namorados falando de uma paixonite, prossigo com o tema e desta vez apresento duas paixonites que motivaram a leitura da peça teatral The Importance of Being Earnest, de Oscar Wilde: Colin Firth e Rupert Everett. O filme adaptado em 2002 não chega a figurar na minha lista de Top Favoritos Foréva, mas mesmo assim eu tenho em DVD [com o péssimo título nacional Armadilhas do Coração]. Vi o filme, agora é hora de ler o livro.

A peça é uma comédia naquele estilo inglês falsamente sério e empolado e que ri de si mesmo e da reação que provoca nos outros com a cara mais limpa do mundo enquanto profere as coisas mais nonsense. Ao contrário do que o filme de 2002 faz imaginar, seus personagens principais não são Jack e Gwendolen, e sim o almofadinha Algernon e Titia Lady Bracknell: ambos têm as falas mais absurdas e engraçadas.

John Worthing é um abastado e respeitável proprietário de terras no interior, guardião da jovem Cecily Cardew; Algernon Moncrieff passa os dias indolentemente pensando em novas formas de tirar Tia Augusta e a sociedade londrina do sério. Contra todas as expectativas, ambos são bons amigos – mas não sabem disso porque Algy pensa que conhece Ernest, um camarada que está a cortejar sua prima Gwendolen, e não Jack Worthing.

ALGERNON. Yes, but you must be serious about it. I hate people who are not serious about meals. It is so shallow of them.

O que Jack não sabe é que Algy costuma utilizar o mesmo estratagema do terceiro útil [Bunbury, no caso] para escapar dos compromissos sociais que considera tediosos [além de estar sempre com fome igual o Colin Bridgerton, o que me fez cair de amores pelo personagem – será que a Julia Quinn inspirou-se nele para criar o protagonista de Romancing Mr. Bridgerton?] e, ao descobrir a verdade sobre o querido Ernest, decide aproveitar a oportunidade para pregar uma nova peça…

Os diálogos rápidos e afiados são divertidos a ponto de eu ter de voltar a página porque perdia o rumo de tanto rir dos absurdos – e são apenas 67 páginas! O crítico Harold Bloom considera essa a melhor comédia teatral desde a shakespereana Noite de Reis [v. Como e Por Que Ler, ed. Objetiva] – eu não li tanto quanto ele, mesmo assim gostei muito. Existe uma edição traduzida da editora Civilização Brasileira, que só se encontra em sebos, mas a Companhia das Letras está para lançar uma nova tradução aproveitando a mesma solução do título da Civilização.

A outra foi com o Oscar Wilde. Vamos fazer um volume com três peças, entre elas a famosa The Importance of Being Earnest. O título em si é um trocadilho: Earnest é tanto o nome de um personagem da trama quanto um adjetivo, que significa alguém “sério, ativo, diligente, atento, cuidadoso, sincero, convicto etc”. Usamos uma solução mais ou menos consagrada no título: A importância de ser prudente. [André Conti e a tradução de trocadilhos, Blog da Cia das Letras]

Sobre o autor
Nascido em Dublin a 16 de outubro de 1854, Oscar (Fingall O’Flahertie Wills) Wilde era filho de um médico e de uma escritora e tradutora que se assinava Speranza. Sua carreira literária foi fulminante, mas se viu interrompida por um processo judicial infamante, sobre a sua ligação homossexual com Lorde Alfred Douglas. Wilde acabou sendo condenado à prisão com trabalhos forçados. Cumprida a pena, decidiu exilar-se e morreu em Paris a 30 de novembro de 1900.

The Importance of Being Earnest [2002] trailer


Link http://www.youtube.com/watch?v=ssBUir2LG-U

Assim como outros trabalhos de Wilde [O Fantasma de Canterville, O Retrato de Dorian Gray, etc.] Earnest teve diversas adaptações para cinema e TV. Essa de 2002 [iMDB] é bem fiel à peça original – mais fiel, até, porque incluiu detalhes de um quarto ato que foram cortados pelo autor na montagem final. O elenco é quase perfeito: os perfeitamente ingleses Colin Firth no papel de Jack e Rupert Everett [que participou de outro Wilde, O Marido Ideal] no de Algernon; Judi Dench [Lady Bracknell], Tom Wilkinson [Dr. Chasuble] e Anna Massey [Miss Prism] sobram em seus personagens e até a norte-americana de New Orleans Reese Whiterspoon convence como uma garota do campo vitoriana. A exceção é a fraquíssima Frances O’Connor, que, no papel de Gwendolen, põe o filme todo em risco quando aparece. Senquisgóde Firth e Everett não deixam a bola cair [e as melhores cenas acontecem quando os dois estão juntos].

Nota [do livro]: 5 sanduíches de pepino
(de 1 a 5, sendo: 1 – Péssimo; 2 – Ruim; 3 – Regular; 4 – Bom; 5 – Excelente)

Este post faz parte da blogagem coletiva Desafio Literário 2011 [v. lista de livros agendados], tema Peças Teatrais.

Blog do Desafio Literário

Capa do livro

Título original: The Importance of Being Earnest, A Trivial Comedy for Serious People [Inglaterra/1895]
Autor: Oscar Wilde
Editora: Penguin
Ano: 1994
Páginas: 67

Posts relacionados
Rupert Everett
Desafio de Férias 2010/2011 | Romancing Mr. Bridgerton

13 comentários sobre “Desafio Literário | The Importance of Being Earnest

  1. Pingback: Desafio Literário 2011 | Agenda « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

  2. Meu Deus, lá vou eu correr atrás do livro e do filme. Haja tempo, Senhor!
    Pergunto-me como nunca tinha ouvido falar….
    O DVD tem em locadoras, será? (faz séculos que não vou em uma) Ou para baixar? Quando chegar em casa vou bisolhar.
    O livro você comprou ou baixou?

  3. Pingback: Meme | Retrospectiva Literária 2011 « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s