Desafio Literário | Reflexos do Baile

Sinopse
“Reflexos do Baile” mostra a necessidade do escritor exercer o papel de informar. Nele, Callado monta um mosaico, que exige do leitor muita atenção. O livro conta a história do seqüestro de um embaixador – medida bastante usual pelos militantes de esquerda – durante um baile de gala. Qualquer semelhança com a realidade brasileira, não era uma mera coincidência. Era o estilo Callado de escrever.

Capa

Eu levei oito dias e quatro horas para ler Reflexos do Baile: oito dias para as primeiras onze páginas e quatro horas para todo o resto. Embirrei com as primeiras vozes narrativas [são várias no decorrer do livro] pernósticas, antipáticas.

Daí tive insônia numa madrugada e pensei: “uia, aquele livro chato decerto que vai me pôr pra dormir!” Peguei, comecei a ler, li mais um pouquinho, só mais um capítulo e como assim já são 5h45?! Tinha terminado sem perceber o tempo passar.

O complicado é engrenar: a história é contada através de bilhetes, cartas, memorandos, registros de diário. São endereçados, mas não assinados, dificultando a identificação do autor de cada voz por um bom tempo, até que o leitor passe a fazer associações por inferência a partir do que outros disseram sobre cada participante do enredo.

Tem o embaixador português e o adido do mesmo consulado; tem o embaixador norte-americano e a esposa que ficou nos EUA, além de mais um adido; tem o diplomata aposentado, sua filha e os empregados da casa; tem o idealizador do projeto dos apagões [lembrei tanto da situação atual da energia elétrica no Rio]; tem o funcionário da companhia elétrica; tem o líder revolucionário; tem os conspiradores; tem a polícia. Tem vozes que desaparecem no meio do livro e outras que surgem no final. É um exercício e tanto, reconhecê-las.

No Rio de Janeiro da época da ditadura militar, um grupo revolucionário planeja o sequestro da Rainha da Inglaterra durante um baile na cidade, enquanto companheiros ideológicos realizam roubos para se aparelhar para o evento. A Rainha escapa, mas dois diplomatas tornam-se reféns do grupo.

Um ponto que chamou a minha atenção é que o autor procurou não tomar partido de lado algum, apontando as falácias, defeitos e fraquezas de cada um com um olhar crítico e distanciado. Considerando-se que ele escreveu o romance enquanto os fatos aconteciam na vida real, isso depõe a favor do lado jornalista de Antonio Callado. Quanto ao lado escritor, a forma como Reflexos do Baile foi composto também depõe favoravelmente.

Sobre o autor

Antônio Carlos Callado não separava o jornalismo da literatura. Fazia questão de dizer que o escritor tinha a função de informar. Por isso, em seus romances ia direto ao assunto. E nas reportagens, deixava clara a sua opinião. “Mesmo quando fazia jornalismo estava fazendo literatura”, afirmou certa vez a jornalista Ana Arruda Callado, sua segunda esposa com quem dividiu duas décadas de vida.

Jornalista, romancista, biógrafo e teatrólogo, Antônio Callado nasceu no dia 26 de janeiro de 1917, em Niterói (RJ). De família classe média alta, o pai era médico, poeta e também jornalista. A mãe, professora. [Coleção Folha]

Nota: 5
(de 1 a 5, sendo: 1 – Péssimo; 2 – Ruim; 3 – Regular; 4 – Bom; 5 – Excelente)

Este post faz parte da blogagem coletiva Desafio Literário 2011 [v. lista de livros agendados], tema Clássico da literatura brasileira .

Blog do Desafio Literário

Título: Reflexos do Baile
Autor: Antônio Callado
Coleção: Coleção Folha Grandes Escritores Brasileiros
Editora: Folha de S.Paulo
Ano: 2008
Páginas: 171

7 comentários sobre “Desafio Literário | Reflexos do Baile

  1. Pingback: Desafio Literário 2011 | Agenda « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

  2. Pingback: Desafio Clássico | Prestação de contas @NemUmPoucoEpico « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

  3. Pingback: Meme | Retrospectiva Literária 2011 « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s